FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Gestão em propriedades rurais: por onde começar?

POR PAULO FERNANDO MACHADO

E RAFAEL CEDRIC MÖLLER MENEGHINI

PRODUÇÃO

EM 26/04/2011

14
0
Há muitas propriedades leiteiras que podem ser consideradas modelos de empresas bem gerenciadas devido aos seus bons índices zootécnicos, administrativos e financeiros, assim como há propriedades apresentando maus resultados em seus indicadores. No entanto, sabe-se que a maioria das propriedades rurais não documenta informações necessárias para adequada gestão de seu negócio ou as registra de maneira desorganizada e inadequada impossibilitando a obtenção de índices. Portanto, para mensurar o desempenho da fazenda e tomar decisões corretas é necessário anotar e documentar adequadamente resultados de procedimentos para que sejam processados em indicadores no formato de gráficos e tabelas.

Geralmente, quando um profissional (consultor ou gerente) é contratado, já há um processo em andamento, ou seja, a fazenda já possui determinada rotina. A primeira etapa recomendada para este profissional é conhecer bem e padronizar os processos existentes nos diversos setores da propriedade (ordenha, criação, reprodução, sanidade, administração, nutrição, etc.). A padronização da rotina deve ser feita através da elaboração de fluxogramas de processos, de procedimentos operacionais, de instruções de trabalho e de listas de verificação (check lists). Esses documentos são orientações de como executar as diversas tarefas de cada setor e devem ser acessíveis a todos os funcionários para consulta. Todos os funcionários devem ser treinados e capacitados para executar suas respectivas tarefas. Assim como na padronização, no planejamento de negócios também devem ser elaborados procedimentos operacionais, instruções de trabalho, listas de verificação e planilhas de coleta de dados dos novos processos.

Além de executar corretamente as tarefas, é importante capacitar os funcionários na coleta de dados e na identificação de anomalias em seus setores. Os índices zootécnicos, administrativos e financeiros serão gerados a partir desses dados para servirem de parâmetros para tomadas de decisão visando melhoria contínua do processo e sucesso do negócio. As planilhas de coleta de dados devem ser simples e fáceis de serem compreendidas e preenchidas pelos operadores. Recomenda-se que os dados coletados sejam passados para o responsável (gerente ou consultor), de preferência, diariamente ou com a maior freqüência possível para que não haja riscos de perda de dados.

O gerente é o responsável pela verificação e controle dos processos em cada setor da fazenda. Por isso, ele deve visitar os setores diariamente para averiguar a execução de procedimentos pelos operadores. Reuniões semanais com os funcionários de todos os setores devem ser agendadas para conferir pendências, analisar e discutir indicadores e anomalias.

Assim como checar e controlar, é importante avaliar os processos em execução através da análise dos indicadores e das anomalias. A partir dessas análises, tomadas de decisões podem ser feitas para melhoria dos processos, seja na alteração de procedimento operacionais, na correção de instruções de trabalhos ou até mesmo na modificação ou atualização de planos de ação iniciais. Nesta etapa, podem-se realizar inovações nos processos de um ou mais setores da propriedade leiteira para alcançar melhores resultados no negócio. Essas inovações são implantadas a partir de um novo plano de ação onde devem ser registradas metas, ações, responsáveis e prazos para cumprimento dos objetivos propostos em reunião agendada para tal finalidade.

As ações acima (padronizar ou planejar, executar, controlar e avaliar) fazem parte do sistema de gerenciamento SDCA ou PDCA, siglas com iniciais das palavras em inglês "standardize" (padronizar), "plan" (planejar), "do" (fazer, executar), "check" (verificar, checar, controlar) e "assess" (avaliar). Propriedades com pouca complexidade organizacional e poucos funcionários podem ter dificuldades em aplicar esses conceitos gerenciais, mas não quer dizer que sejam impossíveis de serem adotados. Porém, é imprescindível que fazendas com alto nível produtivo e de tecnologia tenham um adequado sistema de gestão.

RAFAEL CEDRIC MÖLLER MENEGHINI

14

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LUIZ AUGUSTO ROMAN

SANTA HELENA - SANTA CATARINA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 31/08/2012

olá, muito interessante seus comentários.



Eu sou acadêmico de administração da unoesc SMO e estou iniciando meu TCC(trabalho de conclusão de curso), cujo tema é gestão de propriedades agrícolas, sendo assim gostaria de estar recebendo algum material como planilhas de controle de custos e também materiais informativo.



Desde já agradeço, com certeza me ajudariam um bocado.



Obrigado!!!
MARCO AURÉLIO DE OLIVEIRA BERNADES

MONTES CLAROS DE GOIÁS - GOIÁS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 05/06/2012

Olá, bom dia!

Gostaria de receber modelos de "check list".

E também, teria como me enviar um modelo de plano de contas contendo os principais gastos na atividade leiteira?

Se sim, seria de extrema utilidade para mim.

Desde já, agrdeço-lhes!

email: marco.agronomoufg@gmail.com
FREISDER LÚCIO PEREIRA

BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 02/04/2012

Além de um bom controle e acompanhamento de ações que buscam "conhecer melhor o negócio" seria importante também elaborar um Controle de Orçamento de forma a analisar as despesas(saídas) e receitas(entradas) obtendo o resultado: Orçado x Realizado (por mês e ano). Desta forma é possível trabalhar estratégias diferentes para cada área/despesa e buscar reduções/adequações rápidas que resultem no fim do período em diminuição dos custos e maior lucratividade para o produtor. Caso tenham, me encaminhe por favor. Abraços, Freisder (freisder@gmail.com)
JOSE MACHADO

MAPUTO - MOCAMBIQUE - PESQUISA/ENSINO

EM 07/01/2012

Gostaria de saber se alguem tem um checlist qu possa ser usado para identificação de todos os asuntos importantes numa propriedade rural
JOSÉ CARLOS SILVA JÚNIOR

PASSOS - MINAS GERAIS - ESTUDANTE

EM 22/12/2011

Boa noite!

     Aproveitando o embalo, dos dois comentários acima, eu também gostaria de receber algumas destas planilhas, tentei elaborar algumas mais não ficaram tão boas, pode ser modelos.

     Antecipadamente lhe agradeço!!

ÉRICA

RIO VERDE - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 15/12/2011

Boa tarde, estou na mesma situação do Luis Miguel. Se puderem me mandar material para modelo, seria muito importante para mim. Obrigada.
LUIS MIGUEL O NASCIMENTO

SÃO PAULO - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 13/10/2011

Peço-lhes a gentileza de me enviar as planilhas de coleta de dados e os check list necessários, pois estou iniciando no ramo de leite e gostaria de iniciar bem a gestão da minha propriedadem, e adquirir softwares agora creio que ainda é prematuro pois estou adqauirindo os primeiros animais. Obrigado
RAFAEL C. M. MENEGHINI

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 26/09/2011

Prezados Carmos S. P. Fernandes e Carlos Eduardo Dias,



recomendo-lhes contatar os profissionais da Clínica do Leite para informações detalhadas sobre cursos através dos sites abaixo.



http://www.clinicadoleite.com.br/contato.asp



Atenciosamente,



Rafael Meneghini
CARLOS EDUARDO DIAS

CÁCERES - MATO GROSSO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 26/09/2011

gostaria de fazer um curso de gerenciamento de pecuaria leiteira por que acho que deveria diminuir custos tenho 21 vacas em lactaçao com 400lts leite por dia obrigado.
CARMOS SELMA PEREIRA FERNANDES

GUANAMBI - BAHIA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/08/2011



Gostei muito comentario, so que estamos no sudoeste da Bahia, local dificil acesso aos cursos, gostaria que colocasse ou me enviasse os modelos das planilhas para que eu possa iniciar anotações dos dados, tentar um novo modelo de gerenciamento em minha propriedade.
RAFAEL C. M. MENEGHINI

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 28/06/2011

Prezados Eloir Lazzarotto, Fernando Censoni e Alexson Pantaleao,



A Clínica do Leite / ESALQ / USP oferece cursos sobre o Sistema MDA de gestão da qualidade e produtividade leiteira. No segundo semestre será oferecido novo módulo do curso que abordará com maiores detalhes a elaboração e a aplicação dessas planilhas. Futuramente lhes passarei informações mais detalhadas do curso.



Por enquanto, sugiro que participem do Workshop Mastite - Como produzir leite com < 400.000 células/mL?



Data: 21 e 22/07/2011

Local: ESALQ / USP, Piracicaba. SP



Informações adicionais em:



http://www.cbql.com.br/workshop/index.php?pg=home



Att.,



Rafael Meneghini
ALEXSON PANTALEAO

GOIÂNIA - GOIÁS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 13/06/2011

Otimo comentario! sugiro que anexo como foto as planilhas e controles sugerios para sistemas de produção diversificado ou especifico.
FERNANDO CENSONI

PARACATU - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 05/06/2011

Rafael e Paulo, parabéns pela iniciativa.


Gostaria também de um favor. Poderiam me enviar ou mesmo vender algum modelo das planilhas de coleta de dados, algum exemplo de check list processos e procedimentos operacionais de uma fazenda de leite.


Att Fernando Censoni


fernandocensoni@hotmail.com
ELOIR ANTONIO LAZZAROTTO

ENÉAS MARQUES - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 02/05/2011

  Rafael suas colocações sobre gestão de propriedades esta corretíssima.