FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Como escolher o "vermífugo" para o seu rebanho?

POR JORDANA ANDRIOLI SALGADO

PRODUÇÃO

EM 16/06/2015

39
2
Infecções parasitárias são o principal problema sanitário em pequenos ruminantes no Brasil e no Mundo. A dificuldade no tratamento de verminose deve-se à falta de eficácia de muitos anti-helmínticos devido à resistência anti-helmíntica, ou seja, os vermes estão resistentes aos medicamentos e o tratamento não faz efeito. A falta de eficácia dos antiparasitários vem ocorrendo pelo uso indiscriminado desses fármacos, com subsolagens e manejos de controle parasitário equivocados.

O erro no manejo parasitário nos rebanhos começa quando há a escolha errada do anti-helmíntico, que muitas vezes não funciona. Vinculado a isso, o insucesso no tratamento é ocasionado pelo uso de dosagens incorretas do medicamento (sem a pesagem de animais) e a falta de critério no tratamento. Sendo assim, como escolher o vermífugo? Essa pergunta não é prontamente respondida por nenhum profissional sem antes lançar mão de exames que auxiliem no diagnóstico da população parasitária e do grau de infecção nas diversas categorias de animais. Esses exames são o OPG (ovos por grama de fezes) e a coprocultura (identificação dos gêneros de parasitos do rebanho). Com base nesses resultados, é necessário testar as bases de vermífugos que serão indicadas para cada caso frente ao tipo de parasitos e de manejo dos animais. Com os anti-helmínticos em mãos, é necessário realizar o teste de eficácia dos mesmos e utilizar o que melhor apresentou redução da carga parasitária.

Atualmente, há vários tipos de testes de eficácia de antiparasitários in vitro, moleculares e in vivo. Apesar dos limitantes, o teste da redução da contagem de ovos nas fezes (TRCOF) ainda é o mais utilizado e viável no campo. Esse teste basicamente avalia a redução da carga parasitária do animal antes e após a administração do antiparasitário. O anti-helmíntico que apresentar eficácia mais próxima de 95% é o indicado para o rebanho. É válido lembrar que esse teste é individual para cada fazenda, não podendo ser extrapolado para outras porque há diferenças na população parasitária, manejo dos animais e no grau de resistência anti-helmíntica. Podendo um anti-helmíntico ter 95% de eficácia para os animais de uma fazenda e 0% para outra.

Sendo assim, para escolher o vermífugo deve-se:

-Solicitar exames de OPG e coprocultura para a avaliação da carga e população parasitária do rebanho;

-A partir desses resultados, pedir indicação para o veterinário de algumas bases anti-helmínticas que possam ser testadas no rebanho;

-Testar os anti-helmínticos pelo TRCOF, ou o teste indicado pelo profissional, e o que apresentar melhor eficácia deve ser instituído em um programa de controle parasitário.

-O programa de controle parasitário deve ser instituído por um profissional capacitado, de tal forma que o anti-helmíntico utilizado possa ter eficácia por mais tempo e este não seja a única forma de controle parasitário. O manejo do rebanho é essencial no controle de verminose devendo-se considerar: nutrição, melhoramento genético, categorias mais susceptíveis, sistemas de produção, tipo e rotação de pastagens, clima e outros fatores que podem ser modificados para melhorar a resposta do animal às parasitoses e diminuir a carga parasitária do rebanho.

Para melhor entendimento desse assunto, indica-se a leitura de alguns artigos:

-TRCOF: http://www.farmpoint.com.br/radares-tecnicos/sanidade/trcof-teste-de-reducao-da-contagem-de-ovos-nas-fezes-59874n.aspx

- OPG: http://www.farmpoint.com.br/cadeia-produtiva/giro-de-noticias/opg-ovos-por-grama-voce-realiza-86316n.aspx

- Coprocultura: http://www.farmpoint.com.br/radares-tecnicos/sanidade/vale-a-pena-ler-de-novo-coprocultura-um-exame-importante-no-controle-de-verminose-78933n.aspx

-Sistemas de produção e verminose parte 1: http://www.farmpoint.com.br/radares-tecnicos/sistemas-de-producao/sistemas-de-producao-e-verminose-parte-i-de-ii-77369n.aspx

- Sistemas de produção e verminose parte 2: http://www.farmpoint.com.br/radares-tecnicos/sistemas-de-producao/sistemas-de-producao-e-verminose-parte-ii-de-ii-77790n.aspx

-Resistência parasitária: http://www.farmpoint.com.br/radares-tecnicos/sanidade/avaliacao-do-manejo-sanitario-de-rebanhos-de-ovinos-e-a-resistencia-parasitaria-no-estado-de-sao-paulo-uma-experiencia-para-o-77769n.aspx

Figura 1 - Coleta de fezes diretamente da ampola retal para exames coproparasitológicos.



Figura 2 - Exames de OPG e coprocultura para identificação da carga e gêneros parasitários.



Figura 3 - Teste de eficácia de anti-helmínticos (TRCOF), dose calculada de acordo com o peso dos animais.


 

JORDANA ANDRIOLI SALGADO

Médica Veterinária (UFPR).
Mestre em Ciências Veterinárias (UFPR/LAPOC).
Doutora em Biociências e Biotecnologia (UENF).
Pós doutoranda em Ciência Animal (PUCPR)
Consultora em ovino/caprinocultura e doenças parasitárias.

39

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ANDRÉ PERES

PELOTAS - RIO GRANDE DO SUL - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 05/06/2019

Boa tarde
Gostaria de saber quais as classes de/ quais os vermífugos são seguros para ovelhas prenhas. Em que fazes?
Benzimidazóis e pro benzimidazois são proibidos durante toda a gestação?
ANDRÉ PERES

PELOTAS - RIO GRANDE DO SUL - REVENDA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS

EM 05/06/2019

Boa tarde
Quais as classes/quais os vermífugos são seguros durante a prenhes?
Em que fazes?
Benzimidazóis e pró benzimidazóis são proibidos em toda a gestação?
BIBIANA COPETTI MICHELINI

CARAZINHO - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE OVINOS DE CORTE

EM 21/09/2018

Você saberia me dizer qual seria o melhor vermífugo para trichostrongilídeos? Já detectamos que esse é nosso problema, porém os vermífugos que tenho usado apresentam resistência. E se tem alguma opção de pulverizar a pastagem para diminuir a carga de larvas?
JORDANA ANDRIOLI SALGADO

CURITIBA - PARANÁ - OVINOS/CAPRINOS

EM 08/11/2017

Prezado, o exame de OPG é realizado exclusivamente nas placas de McMaster, pois foi padronizado o cálculo de ovos por grama de fezes a partir do volume específico dessa placa. Elas não são caras e podem ser compradas pela internet.

Att.
CAR

MANAUS - AMAZONAS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 06/11/2017

Gostaria de saber se nas placas normais de laboratorio teria a possibilidade de realizar o exame ? Pois vi que vc usa a placa de contagem mcmaster....
JORDANA ANDRIOLI SALGADO

CURITIBA - PARANÁ - OVINOS/CAPRINOS

EM 04/09/2017

Prezado Adriano Pereira de Freitas, o custo vai depender muito do sistema de produção. Vou te encaminhar duas referências para que possa ajustar à sua realidade, talvez precise adequar aos valores atuais:



BARROS, C.S.; MONTEIRO, A.L.G.; POLI, C.H.E.C.; FERNANDES, M.A.M.; SATO, D.N.; FERREIRA, F.S. Análise da rentabilidade da terminação de cordeiros ema pastagem e em confinamento. In: Reunião Anual da Sociedade Brasileria de Zootecnia, 44., 2007, Jaboticabal, SP. Anais... Jaboticabal, SP: Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2007. CDRom



BARROS, C.S.; MONTEIRO, A.L.G.; POLI, C.H.E.C.; RIBEIRO, T.M.D. Análise da rentabilidade de quatro sistemas de produção de ovinos de corte. Artigo apresentado para Qualificação no Curso de Mestrado em Ciências Veterinárias da Universidade Federal do Paraná. 25p. 2007b



Espero ter ajudado,abç.
ADRIANO PEREIRA DE FREITAS

BUTIÁ - RIO GRANDE DO SUL - OVINOS/CAPRINOS

EM 01/09/2017

Ola Jordana, não se encaixa neste fórum, mas estamos calculando a viabilidade para iniciar um criação de ovelhas para produção de carne, minha questão é quanto ao custo que se tem e um animal/ano com os cuidados sanitários vermífugos/vacinas/medicamentos. Apenas um indicativo ajudaria. Grande abraço.
JOAO NALESSO

CAPIVARI - TOCANTINS

EM 17/06/2016

Boa noite Jordana!

Obrigado pelo retorno

Segue dados do vermífugo:

Farmazole Ovinos cada 100ml contém Albendazole 1,9g

Foi dado dose de 6ml para os menores com peso estimado em 30k e cheguei dar 10ml para algumas com cria que estimamos peso de 50k, sendo que estão todos bem.

Só esta mesmo que morreu
JORDANA ANDRIOLI SALGADO

CURITIBA - PARANÁ - OVINOS/CAPRINOS

EM 16/06/2016

Prezado João Nalesso.

Gostaria de saber qual vermífugo o Sr. deu à ovelha? Closantel em doses altas costumo intoxicar com esses sinais clínicos.
JOAO NALESSO

CAPIVARI - TOCANTINS

EM 15/06/2016

Jordana Boa noite!

Primeiro quero parabenizá-la pelo apoio que vc está dando aos amigos produtores.

Se possível também, me ajudar.

Neste dia perdi uma ovelha, que no dia anterior, apresentou os seguintes sintomas:

Parecia estar cega ,tremia muito e não tinha uma coordenação motora firme chegando a cair algumas vezes e também mantinha os dentes cerrados a ponto de não se conseguir abrir com as mãos. Recolhi ela num lugar apartado dos demais e ela amanheceu morta.

Obs. na tarde de ontém demos vermífugo para ela - pode ter sido alguma reação?
GLAUCO

CONCEIÇÃO - PARAIBA - OVINOS/CAPRINOS

EM 14/05/2016

Oi Jordana! Boa noite

Sou pequeno criador de ovinos e aconteceu um fato estranho na minha propriedade! Uma ovelha pariu 2 cabritos saudáveis e depois de 2 meses começaram a definhar até morrer! É isso aconteceu com outros 5! Vc sabe informar o que deve ter acontecido ?
FRANCISCO TEIXEIRA LUCIO

PORTO VELHO - RONDÔNIA - OVINOS/CAPRINOS

EM 24/02/2016

GOSTARIA DE RECEBER INFORMAÇÕES, ONDE POSSO ADQUIRIR, A CAMARA DE CONTAGEM DE OVOS MAC MASTER; (CONTAGEM DE OVOS PARASITARIOS), ESTOU EM RONDONIA, AGUARDO RESPOSTAS. OBRIGADO LUCIO
FRANCISCO TEIXEIRA LUCIO

PORTO VELHO - RONDÔNIA - OVINOS/CAPRINOS

EM 08/02/2016

NECESSITO COMPRAR 02 CÂMARA DE CONTAGEM MACMASTER, PARA QUE POSSA FAZER EXAMES DE FEZES DE MEUS OVINOS, ONDE POSSO ENCONTRA-LO ? POR FAVOR ME PASSEM O CONTATO. OBRIGADO DR. LUCIO  -EMAIL, CAVALOVELHO.PVH@HOTMAIL.COM
JORDANA ANDRIOLI SALGADO

CURITIBA - PARANÁ - OVINOS/CAPRINOS

EM 19/01/2016

Prezada Andressa.

Sempre é preferível deixar os animais primeiro entrarem no pasto para depois tratá-los. Assim, vai diluir a população de vermes resistentes na pastagem. Lembro que é importante usar um vermífugo com eficácia testada e nunca vermifugar todos os animais de uma só vez.
ANDRESSA

RIO DE JANEIRO - RIO DE JANEIRO - OVINOS/CAPRINOS

EM 18/01/2016

Olá dra. Jordana, estou com problema de verminose no rebanho, estou levando os jovens para um pasto novo . minha duvida é se devo leva los já vermifugados ou se posso vermifugar no pasto novo. desde já muito grata
ANDRESSA

RIO DE JANEIRO - RIO DE JANEIRO - OVINOS/CAPRINOS

EM 18/01/2016

Olá Dra Jordana, gostaria do seu auxilio. estou com problema de verminose e estou levando  os ovinos jovens para um pasto novo. posso vermífuga los nesse pasto novo ou já deveria traze-los após a vermifugação . desde já muito grata.  Andressa
JORDANA ANDRIOLI SALGADO

CURITIBA - PARANÁ - OVINOS/CAPRINOS

EM 08/10/2015

Prezado Luan. Os problemas de pele dos animais podem ser: fotossensibilização devido à algumas pastagens (Braquiaria principalmente), pediculose (piolhos), sarna, alergias diversas ou carências nutricionais. Indico procurar um veterináro para um diagnóstico mais preciso. Talvez tirando algumas fotos e detalhando melhor, alguém possa te ajudar por aqui.

Att.
LUAN KELLERMANN

ITATI - RIO GRANDE DO SUL

EM 08/10/2015

Olá bom dia, Não sei se a minha pergunta se enquadre nos vermifugos. Mas já não sei o que fazer, não encontro respostas. Algumas ovelhas minhas estão ficando aparentimente sem pele em volta dos olhos ficando numa cor cinza claro e nas orelhas vai criando especies de cróstas tambem na cor cinza. Elas vão aumentando gradativamente.  Alguem sabe o que é isso?
JORDANA ANDRIOLI SALGADO

CURITIBA - PARANÁ - OVINOS/CAPRINOS

EM 20/08/2015

Prezado Luiz Carneiro, que bom que te encontrar aqui.  Infelizmente verminose não é um problema simples de resolver, receito ter frustrado suas expectativas. Espere pelo menos 1 mês para fazer os exames. É uma pena que a maioria dos laboratórios não fazem coprocultura. Por isso indicaria fazer pelo menos o teste de eficácia dos anti-helmínticos, que consiste na realização do OPG ante e depois da aplicação, para avaliar a eficácia. Dia 31 de agosto estarei dando um curso de controle parasitário do rebanho em Campos,na UENF, voltado para o produtor rural:

http://www.uenf.br/portal/index.php/br/11-semana-produtor-rural.html

Se quiser participar..

Att.