ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Perguntas e respostas sobre o custo de produção de leite (parte 2)

ESPAÇO ABERTO

EM 27/04/2001

4 MIN DE LEITURA

0
0
Sebastião Teixeira Gomes

16) Pergunta: Qual é a taxa de juros que deve ser utilizada?

Resposta: Deve ser a taxa de juros real e não a nominal (juros real + inflação). Como referência, pode-se usar a taxa de juros real da caderneta de poupança, que é de 6% ao ano. Os juros são calculados sobre o valor médio da benfeitoria e da máquina, assim:

JA = (VN - VR) ÷ 2) x i,

em que

JA = valor anual dos juros,
VN = valor novo,
VR = valor residual ou de sucata, e
i = taxa de juros.

17) Pergunta: Como interpretar os juros sobre o capital investido em benfeitorias, máquinas, animais e terra ou em formação de forrageiras não-anuais?

Resposta: Os juros fazem parte do custo de produção. Eles representam a compensação que os donos dos fatores de produção devem receber para que eles continuem fornecendo esses fatores. Quando o produtor é dono dos investimentos, tal compensação vai para ele próprio. Em outras palavras, no cálculo do custo do produto, os juros são um dos componentes desse custo, porém, do ponto de vista do produtor, os juros, quando cobertos pela renda, são a recompensa que ele recebe.

18) Pergunta: Há diferença entre custo da atividade leiteira e custo do leite?

Resposta: Sim. A atividade leiteira inclui a produção de leite e a recria de novilhas. Portanto, o custo da atividade leiteira é maior do que o custo do leite. O preço do leite deve ser comparado com o custo do leite e não com o da atividade leiteira.

19) Pergunta: Como isolar apenas o custo do leite?

Resposta: Um critério que pode ser utilizado é a divisão do custo da atividade pela mesma proporção dos componentes da renda bruta. Assim:

Renda bruta da atividade leiteira

- venda de leite R$ 8.000,00 = 80%
- venda de animais R$ 2.000,00 = 20%
- Total R$ 10.000,00

Custo da atividade leiteira = R$ 9.000,00
Custo do leite = R$ 9.000,00 x 80% = R$ 7.200,00

20)Pergunta: Há algum parâmetro de referência que pode orientar o produtor na relação renda bruta do leite/renda bruta da atividade leiteira (inclui a venda de leite e de animais)?

Resposta: Existe sim e ele varia de acordo com a especialização do sistema de produção. Os parâmetros apresentados a seguir referem-se a rebanhos estabilizados. Em sistemas mais especializados (gado acima de 7/8 de sangue Europeu), a relação renda bruta do leite/renda bruta da atividade leiteira está em torno de 90%. Em sistemas de média especialização (gado acima de 1/2 sangue Europeu e abaixo de 7/8 Europeu), a relação está em torno de 80%. Em sistemas menos especializados (gado próximo a 1/2 sangue Europeu), a relação está em torno de 70%.

21) Pergunta: A venda de animais é importante na composição da renda bruta da atividade leiteira e, por conseqüência, no isolamento do custo do leite a partir do custo da atividade leiteira. Como evitar que vendas a mais ou a menos (o que aconteceria num rebanho estabilizado) venham a distorcer o custo do leite?

Resposta: Incluindo-se na renda bruta da atividade leiteira a variação do inventário animal, que é igual ao valor do rebanho no final do período, menos o valor no início e menos as compras realizadas no período. A variação do inventário pode ser positiva ou negativa. Quando o rebanho está estabilizado, a variação de inventário animal é zero.

22) Pergunta: No cálculo da renda bruta do leite deve-se considerar o preço bruto do leite (sem descontar o transporte) ou o preço líquido, já descontado o transporte?

Resposta: Depende do local considerado na apropriação do custo. Se é na fazenda, considera-se o preço líquido do leite, e o transporte não entra no custo. Se é na plataforma da indústria, considera-se o preço bruto do leite; nesse caso, o transporte faz parte do custo.

23) Pergunta: Existem alguns valores-referência para que o produtor possa orientar-se sobre a eficiência de sua produção?

Resposta: Sim. Eles foram obtidos de dados reais de produtores que têm na atividade leiteira um negócio atrativo. Em média, para esses produtores, os custos com mão-de-obra para manejo do rebanho (ordenhador, tratador e ajudantes) representam até 20% do valor da produção de leite (excluindo-se a venda de animais), e os custos com concentrado para todo o rebanho representam até 30% do valor da produção de leite.

24) Pergunta: Quanto pode ser gasto com os custos operacionais?

Resposta: Para os produtores bem-sucedidos, na produção de 100 litros de leite, o custo operacional efetivo corresponde até 65 litros, e o custo operacional total, até 75 litros de leite.

25) Pergunta: Qual a semelhança entre o bom administrador e a mulher que vai à feira?

Resposta: A mulher, quando vai à feira, leva o dinheiro contado e uma lista de compra. Chegando lá, verifica que algumas verduras e frutas subiram de preço. Então, ajusta sua lista, para combinar seu dinheiro com os novos preços. Do mesmo modo, o produtor de leite, a partir do que recebe com a venda de seus produtos, tem de ajustar seus custos de produção, para não gastar mais do que recebe. Para isso, o cálculo do custo de produção representa uma ferramenta importante para o administrador.

_________________________________________________
Sebastião Teixeira Gomes é Professor titular da Universidade Federal de Viçosa

Trabalho escrito em 18-03-2001

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint