FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Gene digital

ESPAÇO ABERTO

EM 16/09/2016

2 MIN DE LEITURA

0
0
*Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM.

Aconteceu amigos. Agora está sendo criada o que os presidentes da Bayer e da Monsanto chamam de uma Líder Global na Agricultura. A Bayer fez uma oferta pela Monsanto com 44% de Premium Price por cada ação. E isso significara o que? Simplesmente uma corporação de vinte e três bilhões de euros de faturamento, com um investimento conjunto em ciência e tecnologia, ou seja, pesquisa e desenvolvimento de mais de dois bilhões e meio de euros anuais.

A Bayer é protagonista e uma das líderes mundiais em agroquímicos, com história e presença no Brasil há décadas. E a Monsanto hoje reúne a maior competência mundial nas novas sementes e engenharia genética, ou seja, nos organismos geneticamente modificados.

Dessa forma, o mundo se transforma a todo instante, e com essa aquisição e reunião de duas gigantes mundiais no antes da porteira das fazendas, ciência e tecnologia para o campo, agora mudou mesmo. A revolução ocorrerá não apenas nas teses, mas na realidade, assim como temos agora a Syngenta, pertencendo aos chineses, o nosso maior cliente atual.

Os presidentes, Werner Baumann da Bayer e Hugh Grant da Monsanto, apresentaram ontem para o mundo este acordo, e oferecem o site www.advancingtogether.com para todos que desejarem conhecer no detalhe a operação, e também para todos os acionistas envolvidos e interessados.

Nas estratégias apresentadas, além do compromisso com o mais proeminente e importante mercado do mundo, o agronegócio, surge também a proposta para a criação de uma plataforma de agricultura digital.

E como isso influência no agro brasileiro? Em tudo! Influenciará na distribuição, nos canais, nos recursos humanos de campo e na educação. O desafio de todos os desafios estará em como preparar e educar pessoas e produtores rurais para essa mega mudança.

E, fica também aqui um aviso importante para os líderes do agro brasileiro: precisaremos cada vez mais de inteligência nacional e tropical, para pelo menos podermos conversar, dialogar com a dimensão de Bayer e Monsanto, além de outras, no mesmo nível intelectual. Ou seja, o Brasil precisará acompanhar esse estado da arte da alta ciência para tratarmos do sagrado conhecimento da nossa agricultura tropical e dos interesses maiores do Brasil, nas prioridades dos investimentos, dessa agora, potencial real líder global da agricultura do antes da porteira. O mundo já mudou e o agro nunca mais será o mesmo. Virou gene digital.


0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint