ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Família investe em verticalização e garante sucesso na produção de queijos artesanais de búfala

POR GUILHERME FELIPE DOS SANTOS

E FELIPE DE MEDEIROS RIMKUS

ESPAÇO ABERTO

EM 10/04/2014

5
0
Por Guilherme Felipe Ferreira dos Santos e Felipe de Medeiros Rimkus - SEBRAE - SP

Transformar a fazenda da família, na cidade de Guaratinguetá, inteiror de São Paulo, em um negócio produtivo e rentável. Esse foi o projeto do alemão naturalizado no Brasil Karl Henrich Riess e seu filho Simon Riess, quando no ano 2000 decidiram verticalizar o empreendimento, aproveitando a criação de búfalas leiteiras, para apostar na produção de queijos artesanais.

























Mas para garantir o sucesso do projeto, pai e filho se dedicaram ao planejamento. Foram doze anos de preparação. Enquanto Simon iniciou uma faculdade de agronomia, Karl investiu na propriedade, modernizando e adaptando o espaço para obter o registro autorizando a produção. ”Nesse período mantemos o negócio baseado na produção de leite, mas definimos que o próximo passo deveria ser dado com planejamento”, disse Karl Henrich Riess.

Após terminar os estudos, Simon ainda viajou para a Europa, onde fez cursos e conheceu queijarias na Alemanha e Itália. “Essa experiência no exterior foi muito importante para definir os rumos do negócio, principalmente para o conhecimento mais aprofundado do ramo de laticínios. Conheci muitas queijarias especializadas em vacas e búfalas, onde aprendi muito sobre o processo”, contou Simon Riess.



Após toda preparação, em 2012, a família lançou a linha de queijos artesanais Oro Bianco, tendo como carro chefe a tradicional mozzarella de búfala. No início a produção era de 20 quilos por dia, mas o negócio cresceu e dois anos depois a empresa já atingiu os 60 quilos diários, fornecendo para mais de 40 estabelecimentos, no Vale do Paraíba e capital, São Paulo.

Entre os clientes, estão bares, restaurantes, hotéis e supermercados especializados em produtos gourmet. “A mozzarella de búfala tem várias características que a diferenciam do queijo comum, por isso ela é muito apreciada e tem ganhado cada vez mais espaço no mercado”, disse Simon.
Para atender a atual demanda, a fazenda compra leite de búfala de outros criadores da região. “A queijaria tem uma capacidade superior a produção dos nossos animais, por isso 20% do leite utilizado precisa ser adquirido de outras fazendas”, contou.

Rodada de Negócios

A possibilidade de conseguir leite com outros criadores, também possibilita o crescimento do negócio e o empresário já planeja expandir a rede de clientes. Entre as ações está a participação da Rodada de Negócios do Sebrae-SP, que será realizada no próximo dia 15 de abril, durante o Festival de Gastronomia da Montanha, em Campos do Jordão.

“Queremos e temos condições de expandir a produção e por isso participar da Rodada de Negócios será uma ótima oportunidade de apresentar nosso produto diretamente para potenciais consumidores, fortalecendo nossa marca.”, avaliou Riess.

Análise / Verticalização

Para o consultor em agronegócios do escritório regional do Sebrae-SP, em Guaratinguetá, Felipe de Medeiros Rimkus a preocupação dos empresários com o planejamento foi fundamental para os bons resultados. “Quando verticalizamos um empreendimento, criamos um novo negócio e para isso é preciso que haja uma eficiente pesquisa de mercado, pois haverá um novo público a ser conquistado”.

O especialista lembra ainda que apesar da possibilidade de novos ganhos, a mudança também demandará custos. “Para agregar valor a uma marca é preciso investimento, pois será preciso criar um plano de estratégias condizentes com o interesse do mercado, que incluem ações de marketing e pós vendas”, concluiu Rimkus.
























Integração Regional


A empresa vêm criando laços comerciais com produtores da região e tem interesse que seus parceiros aprimorem a produção leiteira. Para isso Riess ressalta que os produtores tem que ter acesso às tecnologias disponíveis. “Para trabalhar o direcionamento dos cruzamentos ou a evolução qualitativa do leite, é preciso conhecer as ferramentas disponíveis no mercado”.

Com essa ideia, ele avalia a importância da realização da EXPOGUARÁ, feira de tecnologias disponibilizada aos produtores de leite que acontecerá em Guaratinguetá de 14 a 18 de maio; a feira conta com palestras técnicas, empório de marcas regionais, exposição, shopping e leilão de animais; além de contar com reunião técnica de representantes de Sindicatos, Cooperativas e Frente Parlamentar do Leite.
 

ARTIGO EXCLUSIVO | Este artigo é de uso exclusivo do MilkPoint, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.

GUILHERME FELIPE DOS SANTOS

Atuação profissional em biotecnologia da reprodução, cirurgia e clínica de animais de produção.

FELIPE DE MEDEIROS RIMKUS

5

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

ENIO

MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 26/08/2014

O daniel caetano conhece bem o início do projeto ele comeu o estoque inteiro que era para atender os clientes do Simon .
JOSÉ TADEU FRANÇA GUIMARÃES

GUARATINGUETÁ - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 14/04/2014

Muito boa matéria, demonstra como é importante planejar e ter instituições fortes para apoiar o produtor.
RHUDSON CARLO DE SOUZA

PRESIDENTE KENNEDY - ESPÍRITO SANTO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/04/2014

Como faz para agendar uma visita na fazenda para poder conhecer melhor a forma de manejo e produção
FELIPE DE MEDEIROS RIMKUS

GARÇA - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 11/04/2014

É interessante podermos observar e entender empresas que desenvolvem seu produto através do entendimento do mercado. Elaboram o plano de desenvolvimento através da definição de metas de venda, operações internas e financeiras; trabalham suas ações de marketing e captação de clientes através de seu plano desenvolvido e avaliado sistematicamente. São as bases do sucesso da verticalização da produção.

Parabéns à familia Riess, que trabalham a produção, o direcionamento dos cruzamentos e todas as operações de maneira sóbria e precisa, destaco ainda que o envolvimento da familia mostra como a sucessão pode ser realizada de maneira profissional.

Muito sucesso à eles e à todos os" agroempreendedores".
DANIEL RIBEIRO CAETANO

POUSO ALEGRE - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/04/2014

Parabéns Simon e ao Sr Karl, conheci o inicio do projeto de vocês, e tive a honra de experimentar seus queijo e iogurtes que são ótimos, até porque são feito com muito carinho e dedicação. Me aguardem que vou fazer uma nova visita para aprender com vocês.

Abraços.