Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Quais são os verdadeiros benefícios do uso de canzis?

Por COWTECH - CONSULTORIA E PLANEJAMENTO
postado em 21/09/2001

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A polêmica envolvendo o uso de canzis em rebanhos confinados leiteiros tem sido constantemente debatida ao longo dos anos, gerando diversos experimentos. Muitos acreditam que o uso de canzis é interessante, pois amenizaria a competição e disputa por alimento entre os animais, além de garantir adequado espaçamento de cocho por vaca.

O uso de canzis seria bastante interessante no caso de lotes em que novilhas estão misturadas com animais adultos. O objetivo maior do uso de canzis seria maximizar o consumo de matéria seca (MS) individual, em função da ausência de disputa acirrada pelo alimento, aumentando, conseqüentemente, a produção de leite. Existe uma corrente de pesquisadores, técnicos e produtores que não recomenda o seu uso por acreditar que ocorre o inverso, ou seja, que a sua utilização não deixa os animais “à vontade”, limitando, portanto, o consumo de alimento, conforme relatado em artigo anterior desta seção. (clique aqui para ler o artigo).

A essa altura, o leitor deve estar intrigado. “Mas afinal, devo ou não utilizar canzis?”. Eis a questão. Num experimento conduzido pela Universidade de Kansas (EUA), 216 animais, no meio de suas lactações, foram avaliados, sendo alojados num galpão do tipo free-stall, com dois módulos exatamente iguais (dimensões, instalações e sistema de climatização), separados por corredor central. A única diferença, presente, foi em relação à linha de alimentação. Num lado do barracão foram colocados canzis, enquanto que do outro, apenas uma barra de contenção separou as vacas, que estavam acostumadas a ser alimentadas em cocho com canzil, do corredor central, com livre acesso ao cocho junto ao chão. As vacas submetidas à linha de alimentação com canzis, produziram, em média, 35 kg de leite/dia, enquanto que os animais alimentados livremente produziram 34,6 kg de leite/dia. O consumo de MS também foi avaliado, não havendo maiores diferenças entre os dois lotes avaliados. A média de ingestão de MS diária do lote com canzis foi de 22,8 kg de MS, ao passo que o lote sem os mesmos foi de 23,4 kg de MS.


Exemplo de canzil metálico, com opção de contenção de animais


Percebemos que não foram encontradas diferenças significativas entre os dois lotes, nos quesitos avaliados, ou seja, produção de leite individual e ingestão de MS diária. Um dado importante de ser considerado é que os animais encontravam-se no mesmo estágio de lactação e foram submetidos às mesmas condições de conforto e instalações. Além disso, os animais testados nos canzis, eram animais acostumados à alimentação em instalações com este tipo de contenção. Caso fosse verdadeira a hipótese de que canzis limitam consumo de MS, e conseqüentemente afetam a produção, teríamos maiores índices produtivos no lote dos animais com maior liberdade no cocho de alimentação, nesta situação, em particular.


Exemplo de barra de contenção de animais


Comentário MilkPoint: ao pensarmos na utilização de canzis é necessário considerarmos detalhes relacionados à instalação que possam interferir nos resultados. Uma linha de alimentação com canzis mal conservados (que muitas vezes travam animais, no caso de canzis metálicos, com esta opção, sem que venhamos acionar este mecanismo, fazendo com que uma vaca ou grupo, permaneça contido por diversas horas, gerando traumas), bem como altura incorreta dos mesmos ou espaçamento entre barras e flexibilidade de abertura comprometida, são fatores que certamente incomodarão os animais e limitarão a ingestão de MS. Logo, este artigo serve como alerta para as fazendas que possuem instalações em condições não satisfatórias, prejudicando, certamente, os animais. A mensagem que prevalece, neste experimento, é que canzis não afetam o desempenho dos animais, desde que utilizados corretamente, contrariando dados de experimentos anteriores. Não podemos descartar, também, os benefícios gerados pelos mesmos, em relação a manipulação dos animais (contenção individual ou de grupos para avaliação, tratamentos, inseminações, palpações, etc), principalmente em grandes rebanhos. A conclusão que chegamos com a leitura dos artigos referentes ao tema é que seu uso não beneficia a produção, no caso de lotes homogêneos quanto a idade, peso e estágio de lactação, podendo ser prejudicial, dependendo das circunstâncias práticas, cabendo o bom senso no momento de tomarmos uma decisão quanto a seu emprego ou não.

Fonte: Dairy Herd Management, abril 2001.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2014 AgriPoint Consultoria Ltda. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade