Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Radar Técnico > Reprodução

O que é uma novilha maninha?

Por Ricarda Maria dos Santos e José Luiz Moraes Vasconcelos
postado em 18/12/2007

14 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

É uma novilha Freemartin. Freemartinismo é uma das mais severas formas de anormalidade sexual em bovinos. Essa condição causa infertilidade em fêmeas nascidas de parto gemelar com macho. Quando o feto fêmea divide o útero com um feto macho, eles também dividem as membranas placentárias. Essa junção entre as placentas ocorre por volta do quadragésimo dia de gestação e os fluidos dos dois fetos também se misturam, provocando uma troca de sangue, hormônios e antígenos que carregam características que são únicas para cada sexo.

Nos primeiros meses de gestação, o feto de cromossomos XY (macho) começa a secretar o hormônio masculino testosterona na corrente sanguínea. Como há uma troca natural de fluxos entre as placentas, a testosterona acaba inibindo o desenvolvimento genital do feto feminino. Outro fator é a transfusão de células germinativas do feto masculino (XY) para o feto feminino (XX), produzindo assim um quimerismo XX/XY (isto é, indivíduo com células com cromossomos XX e outras com XY). A ação dessas células com o cromossomo Y no feto feminino também inibe o desenvolvimento do trato genital. Nesses casos, as chances de essa fêmea não reproduzir, ser estéril, são grandes, entre 90% e 95%.

O macho Freemartin apresenta apenas uma redução da fertilidade, porém a maioria das fêmeas é completamente infértil. Devido à transferência de hormônios e de células o desenvolvimento do trato reprodutivo da fêmea freemartin é severamente comprometido e às vezes apresenta elementos do trato reprodutivo do macho.

O Freemartinismo não pode ser prevenido, mas pode ser diagnosticado precocemente pelo exame das placentas dos partos gemelares ou avaliação cromossomal, o que não é muito comum. Mas um exame clínico na vagina é suficiente para perceber que o órgão possui apenas 3 ou 4 centímetros de profundidade - o que se costuma chamar fundo cego -, e não 10 a 15 centímetros, como seria normal. Mesmo com o passar do tempo, o canal da vagina não desenvolve, assim como sua vulva, que continua pequena como a de um animal que ainda não atingiu a fase adulta. Algumas fêmeas Freemartin apresentam o clitóris aumentado e tufos de pelo na vulva. Os ovários da fêmea Freemartin não se desenvolvem adequadamente e não produzem os hormônios necessários para manifestação do comportamento de estro.

A maioria das fazendas prefere criar as novilhas Freemartin, mesmo sabendo que a chance dela ser estéril é muito alta, porque normalmente elas têm aspecto masculinizado, com carcaça mais pesada e musculatura mais definida, podendo ter comportamento de macho, sendo usada como rufião, para auxiliar na detecção do estro.
Por que algumas novilhas mesmo não sendo gêmeas de macho apresentam características de novilha maninha?

Isso acontece porque em alguns casos o feto macho morre na fase inicial da gestação gemelar, mas o tempo que ele permanece viável no útero é suficiente para causar alterações no desenvolvimento da fêmea.

A porcentagem de parto gemelar em bovinos é muito variável, porém em condições naturais, estima-se que ocorre em de 3 a 5% dos partos. Essa condição pode ser provocada por ovulações duplas, dois óvulos são fertilizados, gerando dois bezerros diferentes (do mesmo sexo ou de sexos diferentes), ou então quando um zigoto (oriundo de um único óvulo fertilizado) se divide em dois, gerando fetos idênticos com o mesmo sexo, chamados gêmeos univitelinos. Este último caso representa algo em torno de 10% das gestações gemelares em bovinos.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

ivan silva

Ijuí - Rio Grande do Sul - Estudante
postado em 12/03/2008

Muito bom esse artigo!

Foi de grande valia para um melhor entendimento do assunto.

Magnus Guimarães Brandão da Silva

Jataí - Goiás - Estudante
postado em 15/05/2008

Estou extremamente feliz com esse site, pois consegue nos esclarecer de forma prática e rápida, sobre assuntos muitas vezes complicados. Parabéns a todos que o produzem!

Luiz Felipe Loureiro

Itanhandu - Minas Gerais - Produção de leite (de vaca)
postado em 01/07/2008

Boa noite, estou criando uma bezerra dessa, como faço o teste?
Desde já agradeço.

Resposta da autora

Prezado Luiz Felipe,

Qual a idade da sua bezerra?

Nas bezerras pode ser feito um exame clínico na vagina. Na bezerra maninha a vagina tem apenas 3 ou 4 centímetros de profundidade (o que se costuma chamar fundo cego), e não 10 a 15 centímetros, como seria normal. Para esse exame pode-se introduzir um tubo, devidamente higienizado, de caneta Bic na vagina da bezerra.

Na novilha o diagnóstico é feito por palpação retal, um veterinário experiente vai constatar a ausência do útero e do ovário, ou apenas a presença de estruturas rudimentares.

Obrigada pela participação!
Ricarda.

Ricarda Maria dos Santos

Uberlândia - Minas Gerais - Pesquisa/ensino
postado em 02/07/2008

Prezado Luiz Felipe,
Qual a idade da sua bezerra?
Nas bezerras pode ser feito um exame clínico na vagina. Na bezerra maninha a vagina tem apenas 3 ou 4 centímetros de profundidade (o que se costuma chamar fundo cego), e não 10 a 15 centímetros, como seria normal. Para esse exame pode-se introduzir um tubo, devidamente higienizado, de caneta Bic na vagina da bezerra .
Na novilha o diagnóstico é feito por palpação retal, um veterinário experiente vai constatar a ausência do útero e do ovário, ou apenas a presença de estruturas rudimentares.
Obrigada pela participação!
Ricarda.

edson

Uberaba - Minas Gerais - Produção de leite
postado em 09/07/2013

na novilha maninha é possível implantar embrião?

Ricarda Maria dos Santos

Uberlândia - Minas Gerais - Pesquisa/ensino
postado em 14/07/2013

Edson,
A novilha maninho ou Freemartin tem  comprometimento do desenvolvimento de todo o trato reprodutivo. Portanto não é possível utiliza-la como receptora de embrião.
Obrigada pela participação,
Ricarda.

marcleandra grando

Maravilha - Santa Catarina - Produção de leite
postado em 27/02/2014

boa noite
   na      minha propiedade  nasceu gemeas das  novillhas estão com 21 meses já enceminei 2 vezes mas repetem o cio
         o que devo fazer?

Túlio Vaz Fernandes de Castro

Orizona - Goiás - Estudante
postado em 03/03/2015

Bom dia,
Gostaria de saber essas novilhas podem ser submetidas aos protocolos de induçao de lactaçao?

Ricarda Maria dos Santos

Uberlândia - Minas Gerais - Pesquisa/ensino
postado em 03/03/2015

Prezado Túlio,
Não tenho nenhuma experiência com indução de lactação.

Joseane

Belém - Pará - Instituições governamentais
postado em 25/04/2015

suponho que vacas tenham comportamento bom  quando em otimas condiçoes e reproduzam mais...já entederam....

CAIO CESAR DE LIMA AUGUSTO

Poço Fundo - Minas Gerais - Revenda de produtos agropecuários
postado em 16/06/2015

Bom dia, eu tenho uma novilha maninha, é possível fazer a transferência de embrião nela, já que ela nao é capaz de fertilizar?

Ricarda Maria dos Santos

Uberlândia - Minas Gerais - Pesquisa/ensino
postado em 16/06/2015

Prezado Caio Cesar,
Infelizmente não é possível, pois todo o trato reprodutivo da novinha maninha é comprometido. O problema ocorre durante do desenvolvimento e ela não desenvolve nem o útero, nem os ovários, portanto é impossível aproveita-la como receptora ou doadora de embriões.

Alessandra Tabone

Três Lagoas - Mato Grosso do Sul - Pesquisa/ensino
postado em 29/06/2015

Existe caso da  vaca ter uma cria e depois ela pode se tornar maninha?Já tendo um bezerro?

Ricarda Maria dos Santos

Uberlândia - Minas Gerais - Pesquisa/ensino
postado em 29/06/2015

Prezada Alessandra,
Não. A vaca maninha da qual estamos falando é um caso de freemartinismo, ela tem todo o desenvolvimento do trato reprodutivo comprometido durante a formação.
Se a fêmea teve uma cria e depois não conseguiu mais emprenhar, ela provavelmente tem uma infertilidade adquirida, não relacionada com o desenvolvimento do trato reprodutivo.
Obrigada pela participação,

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2015 AgriPoint Consultoria Ltda. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade