Você está em: Comunidade > Galeria de fotos

Piquetes Rotacionado Grama Estrela-Africana

Por Antônio Moraes Resende - publicado em 15/11/2010

53 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir
Download
Foto: Antônio Moraes Resende
Piquetes Rotacionado Grama Estrela-Africana. Capim do gênero/cultivar: Cynodon
Variedade: Grama "Estrela-Africana-Branca"
Adubação orgânica: 10 toneladas/ha.
Pastejo Rotacionado, módulos de 16 piquetes de 2.500 m2 cada, com 1 dia de pastejo e intervalo/descanso de 15 a 18 dias.

Produção de Leite, Rebanho Girolando.
Fazenda São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município de Mineiros - Goiás.

Saiba mais sobre o autor desse conteúdo:

Antônio Moraes Resende    Goiânia - Goiás

Produção de leite

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários:

Marcelo Faria

Santa Branca - São Paulo - Produção de leite (de vaca)
publicado em 16/11/2010

Belo pasto, Antonio!!!! Os piquetes suportam quantas vacas por dia?

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 16/11/2010

Prezado Senhor Marcelo Faria,

Em período de chuvas regulares e com a adubação orgânica (10 toneladas/ha, de cama de peru ou frango), período de descanso de 15 dias, altura da planta na entrada dos animais de aproximadamente de 20 a 25 cm, conseguimos lotação de 13 vacas de 500 a 600 Kgs, por hectare.

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município: Mineiros - Goiás
e-mail: moraes@centroleite.com.br
Fone comercial: 062-3281-4999 (CENTROLEITE - Goiânia-Goiás)

DANIEL ALVES DA SILVA

Rio de Janeiro - Rio de Janeiro
publicado em 18/02/2011

ANTONIO,
PARABENS PELOS ANIMAIS,
GOSTARIA QUE MIM CONFIRMASE, 13 ANIMAIS POR HECTARE 10,000 M2 OU 13 POR ALQUERE 48,400M2, SA SECA VOCES CONTINUAN COM ANIMAIS NA ESTRELA AFRICANA OU TIRA PARA NÃO COMPACTAR
OBRIGADO
DANIEL

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 19/02/2011

Prezado Senhor: DANIEL ALVES DA SILVA

Como citado acima, nos período de chuvas regulares (que não foi o caso dos meses de Novembro e Dezembro/2010. Não utilizamos irrigação), sim, estamos conseguindo até 13 animais (vacas em lactação) por hectare (10.000 m2), com a utilização de adubação orgânica, na porção de 10 toneladas (ou mais) por ha. Os técnicos recomendam ainda, quando necessário, utilizar adubação química nitrogenada em cobertura.

Mesmo com a redução da qualidade e rendimento do pasto (não irrigado), continuamos a utilizá-los no período da seca com animais de menor exigência nutricional. No nosso caso, não corremos o risco da compactação, pois, o solo é muito arenoso (92%).

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município: Mineiros - Goiás
e-mail: moraes@centroleite.com.br
Fone comercial: 062-3281-4999 (CENTROLEITE - Goiânia-Goiás)

Alcebiades faé Côvre

Governador Lindenberg - Espírito Santo - Produção de leite
publicado em 06/06/2011

Boa Tarde Antonio.
Parabens pela pastegem.
Gostaria de saber Se voce tem alguma informação sobre a tolerancia deste capim, em areas de varzea, com alta umidade no periodo da chuva e baixa no periodo da seca, ou seja solos umidos e pesados???
Trabalho com o capim angola nestas areas porem estou procurando um novo capim.
desde ja agradeç

Antônio Moraes Resende

Mineiros - Goiás - Produção de leite (de vaca)
publicado em 13/06/2011

Prezado Senhor Alcebiades faé Côvre

Não! Não temos experiência com esse tipo de solo em nossa propriedade. Esta pastagem esta estabelecido em um solo muito arenoso (92%).
Acho que quem vai poder te responder é o meu amigo Doutor Marcelo Erthal Pires, e seu vizinho de Estado (Bom Jardim - Rio de Janeiro), ele tem muito conhecimento com esse capim.


Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município: Mineiros - Goiás
e-mail: moraes@centroleite.com.br
Fone comercial: 062-3281-4999 (CENTROLEITE - Goiânia-Goiás)

marcelo erthal pires

Belém - Pará - Produção de leite
publicado em 15/06/2011

Sr.Produtor Alcediades Faé Côvre,
o Cynodon mais palustre que tenho notícias é o Stargrasss Florakirk, não que o Tifton 85 e o Estrela Africana não se estabeleça, mas não é o ideal para estes,: indicaria, se estiver em região rezoavelmente alta, seria a Hermáhria altíssima, que teria uma produção de inverno espetacular, mas medíocre no verão ... tem que se estudar um pouco esta implantação de pastagem, porém a Brachiária Mutica(Capim Angola), é em certa situações muito bom, dificil de ser batido ... meu Email é :Tiftoncana@bol.com.br
Um grande abraço e sucesso ...
marcelo

DANIEL ALVES DA SILVA

Rio de Janeiro - Rio de Janeiro
publicado em 18/06/2011

BOM DIA ANTONIO,
GOSTARIA DE SABER ONDE CONSEGUIR MUDAS DA GRAMA ESTRELA AFRICANA PARA COMPRAR
PARA FORMAR 1 HECTARE  EM JANEIRO DE 2012, MEU SITIO ESTA A 500 KM DE GOANIA REGIÃO DE PORANGATU.
DESDE JA AGRADEÇO
DANIEL

jose rocha netto.

Cianorte - Paraná - auxiliar de produção
publicado em 14/07/2011

eu jose rocha netto de cianorte pr. gostaria de saber se a grama estrela e propicia para ofrango caipira pescoço pelado [label rouge]

Antônio Moraes

Mineiros - Goiás - Produção de leite (de vaca)
publicado em 16/07/2011

Prezado Senhor Daniel Alves da Silva,

Conforme o meu amigo Doutor Marcelo Erthal Pires, grande estudioso dos Cynodons, e em particular do Tifton 85. Ele alerta que o Tifton 85 tem produção igual á Estrela Africana, e é 60% mais digestível e mais palatável do que a Estrela Africana.

Se optar pelo Tifton 85, a Fazenda Santa Helena, no município de Bom Despacho - MG., produz mudas do Tifton 85, e, é confiável, eles entregam em qualquer parte do  País.

Segue dados da a Fazenda Santa Helena:
Telefone (37) 3522-6090;
Endereço: Rodovia MG 164, KM 125 Zona Rural. Caixa Postal 180. CEP 35600-000. Bom Despacho - MG.
Site: http://fenosantahelena.com.br/plus/modulos/conteudo/?tac=tifton-85

Se, sua opção for pela Estrela Africana, temos uma boa área plantada, mas, estão misturadas as variedades: Estrela Africana Roxa, Estrela Africana Branca e uma terceira variedade que parece ser o Tifton 68. Assim, é difícil conseguir mudas separadas de cada variedade. Também, nunca produzimos mudas para vender, somente para o uso na fazenda, se preferir podemos estudar uma maneira de servi-lo.

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
E-mail: moraes@centroleite.com.br

Antônio Moraes

Mineiros - Goiás - Produção de leite (de vaca)
publicado em 16/07/2011

Prezado Jose Rocha Netto,

Obrigado pela sua participação.
Vou deixar para que os técnicos no assunto respondam a sua pergunta.
Desculpe-me por não estar capacitado para respondê-lo.

Assim, se alguém puder responder o companheiro, fique a vontade.

Um abraço,

Antônio Moraes Resende

jose rocha netto.

Cianorte - Paraná - auxiliar de produção
publicado em 27/07/2011

eu jose rocha netto . cianorte pr .gostaria de saber se a grama estrela e´ propicia para o frango caipira pescosso pelado [label rouge]

Luciano Hypolito de Amorim

Osasco - São Paulo - Consultoria/extensão
publicado em 07/12/2011

Oi José,
Pode plantar a grama estrela para os frangos, só que faça rotação de piquetes, a Embrapa recomenda 10 m2 por animal/dia, faça 18 piquetes pelo menos, sua região é quente. Na escola onde ministro aulas, temos frangos caipira, porém eles sao danados, tem que fazer cerca elétrica.

eliton garcias

Belém - Pará - grama estrela
publicado em 21/12/2011

eliton garcias, eu quero planta estrela p/ frangos e ovinos, moro no estado do para, perto
de belem capital.Como  posso posso compra  sementes ou muda da grama estrela ?
cera que ela eboa para ovinos ?
   Eliton garcias  meu endeço e elitonparabrisas@gmail.com
  obriga seme enviare as resposta.eliton garcias

douglas

Campos dos Goytacazes - Rio de Janeiro - Produção de leite (de vaca)
publicado em 24/03/2012

gostaria de saber a diferença entre a grama estrela e o tifton 85 ....em materia de proteina ,em produçao , etc..meu email é douglastostes@hotmail.com obg

Antônio Moraes Resende

Mineiros - Goiás - Produção de leite (de vaca)
publicado em 24/03/2012

Prezado Senhor Douglas Tostes

Segundo o meu amigo Doutor Marcelo Erthal Pires, grande estudioso dos Cynodons, e em particular do Tifton 85. Ele informa que em observações realizadas, a produção de matéria verde das duas gramíneas (Tifton 85 e Estrela Africana) são muito semelhantes, e alerta ainda, que o "Tifton 85" é 60% mais digestível e mais palatável do que a Estrela Africana.

Saudações,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município: Mineiros - Goiás
e-mail: moraes@centroleite.com.br

adelto Alves Pereira Junior

Umuarama - Paraná - Estudante
publicado em 01/07/2012

ola ANTONIO gostaria de saber quantas vacas é colocadas altodo em um piquete de 2500m2e não da pisoteio fica o dia inteiro e a noite  ? E se vc só da 15 dia s de descanso para cade piquete . aguando RESPOSTAS .......

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 01/07/2012

Prezado Senhor Adelto Alves Pereira Junior - Umuarama - Paraná

Nos períodos de chuvas regulares, estamos conseguindo até 13 animais (vacas em lactação de 500 a 600 Kgs.) por hectare (10.000 m2), sendo: 35 vacas no lote principal e mais uns 20 animais em repasse no segundo dia. Observamos que não se trata de média anual, e, só é conseguida essa média nos anos que chove regularmente, com chuvas bem distribuídas, iniciando em outubro/novembro até março/abril (por não serem irrigados).
Só conseguimos esta lotação com a utilização de adubação orgânica, na porção de 10 toneladas (ou mais) por ha por ano, utilizando ainda a adubação química nitrogenada em cobertura, mais ou menos na metade do período das chuvas, ou seja, uns 90 dias apos o início da utilização dos piquetes.
Mesmo com a redução da qualidade e rendimento do pasto (não irrigado), continuamos a utilizá-los no período da seca com animais de menor exigência nutricional. No nosso caso, não corremos o risco da compactação, pois, o solo é muito arenoso (92%).

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município: Mineiros - Goiás

Paula Cristina Pena

Ipameri - Goiás - Produção de gado de corte
publicado em 14/08/2012

Caros Sr. Antônio e Dr. Marcelo Pires,

Estou em dúvida sobre qual grama implantar em um pasto para cavalos, se a Estrela Africana ou o Tifton 85.
A dúvida maior é que quando ocorre uma precipitação muito alta, ocorre pequenos pontos de alagamento, mas que logo secam.
Aventei ainda, a possibilidade da Brachiaria Humudicula Tupi, uma nova cultivar, mas em razão da presença de oxalato, não é uma boa opção para cavalos.
Por outro lado, este ela tem tolerância à umidade e pode ser implantada por sementes.
Nossa fazenda está localizada no município de Ipameri-GO.
Qual é a opinião de vocês?
No aguardo, agradeço.

Paula Pena

Djair Cunha

Ribeirão Preto - São Paulo - Criador
publicado em 10/09/2012

Estou para iniciar a criação do cavalo da raca bretao, gostaria de fazer o plantio de grama estrela portanto necessito de algumas informações
. Procedimentos para plantio
.adubacao.
.tamanho dos piquetes por animal
.e outra informações quejulgarem necessárias

Desde já agradeço a atenção e fico no aguardo.

Djair Cunha

Ribeirão Preto - São Paulo - Criador
publicado em 10/09/2012

Gostaria de receber informações para plantio de grama estrela e quantidade de animais da raca bretao e tamanho de piquetes e outras informações que se julguem necessárias para a boa utilização
   


Desde já agradeço e fico no aguardo, saudações .

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 22/09/2012


Prezada Senhora (Srta.) Paula Cristina Pena - Ipameri - GO

Como produtor poderia lhe dizer que a Grama Estrela Africana em nossa propriedade tem sido a salvação dos cavalos. Utilizamos o pastejo e também o feno da grama estrela para os cavalos.
Permita-me reproduzir parte do comentário em outra foto, do Doutor Marcelo Erthal Pires, que é um grande estudioso dos Cynodons, e em particular do Tifton 85.

- Inicio do comentário:
"digo que a nível de problemas com cavalos, existem em dois capim Setaria Anceps ( o problema esta nos OXALATOS) a na Brachiária humidicola (Quicuio do Amazonas), e ainda a Brizantha e Decumbens que provoca uns 'carrocinhos' na pele dos equinos, .... desconheço qualquer contra indicação de Cynodon (Estrela, Tifton, Coastcross .... e outros) no seu uso em manejos adequados para estes monogástricos!"
- fim do comentário.

Um Abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município: Mineiros - Goiás
e-mail: moraes@centroleite.com.br

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 22/09/2012


Prezado Senhor Djair Cunha - Ribeirão Preto - SP

Confesso que não estou habilitado para lhe responder, nossa experiência é com vacas de leite em pastejo rotacionado em piquetes de Grama Estrela Africana. Não tendo portando conhecimento da criação de cavalos Bretão.
Em nossa propriedade além dos animais leiteiros, existem poucos cavalos de serviço para a lida com o rebanho.
Assim, prefiro deixar para os técnicos lhe responderem com conhecimento de causa.

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município: Mineiros - Goiás

Paula Cristina Pena

Ipameri - Goiás - Produção de gado de corte
publicado em 22/09/2012

Caro Antônio Resende, prazer em conhecê-lo.

Realmente tenho tido ótimas referências da Grama Estrela ´para o pastejo de equinos.
Tem boa resistência, massa e é perene.
O ponto negativo é o custo alto com as mudas e a mão-de-obra para o seu estabelecimento na área, bem superior ao de cultivares plantadas com sementes.
Neste terreno, de 01 alqueire, anteriormente havia Humidícula, que foi invadida pelo Brachiarão Marandú, de um pasto vizinho.
Fizemos a dessecação e tres gradagens para quebrar o capim e ainda passamos duas niveladoras.
Estou quase decidida pelo Capim Massai, estalecido por semente, que tem ótima produtividade e é palatável para os equinos.
Provavelmente com o passar dos anos, ele poderá ser invadido pelo Brachiarão que é mais invasivo, mas pelo custo benefício acho que compensa mais.
Obrigado pela atenção, o Senhor foi muito atencioso.
Abs.

Paula Pena
Ipameri-GO

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 22/09/2012


Prezada Senhora (Srta.) Paula Cristina Pena - Ipameri - GO.

Você pode implantar uma área menor com a Estrela Africana ou com o Tifton 85. Assim, você vai poder tirar as suas próprias conclusões. E, se decidir implantar uma área maior, você terá as mudas, isso reduzirá em muito os custos e facilitará a mão de obra na formação dos piquetes.

Se a área for bem manejada, adubada com cama de frango/peru ou esterco de bovinos, com certeza não tem invasora que conseguirá entrar nessa área, provavelmente ao contrário, é ela que vai entrar para as áreas vizinhas (tome cuidado).

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município: Mineiros - Goiás
e-mail: moraes@centroleite.com.br

Paula Cristina Pena

Ipameri - Goiás - Produção de gado de corte
publicado em 24/09/2012

Caro Antônio Resende.

Achei interessante a sua sugestão.
Conversando com um amigo agronomo, neste fim de semana, eu citei sobre o Capim Vaquero cultivar  CD90160, uma boa opção por ser muito semelhante ao Tifton. Segundo pesquisei, a implantação é o principal fator de sucesso desta forrageira. As sementes são descascadas e tratadas para quebrar a dormência. As sementes são muito miúdas, e devem ser incorporadas no máximo a 0,5 cm no solo. Após a semeadura deve-se compactar levemente o solo para obter uma germinação mais uniforme.
Ele é exigente em solo e, o PH deve ser entre 6,,2 , até 8.
Acredito ser esta opção a mais interessante, dado ao custo benefício.
Você tem conhecimento sobre alguma experiência com o Vaquero?
Abs.

Paula Pena

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 24/09/2012


Prezada Senhora (Srta.) Paula Cristina Pena - Ipameri - GO.

Gostaria de reproduzir alguns comentários da parte do amigo Doutor Marcelo Erthal Pires, a respeito do capim Vaquero, acredito serem de bastante valia para os técnicos e produtores.
_______________________________________________
Inicio do primeiro comentário do Amigo Marcelo Erthal Pires:

"não existente nenhum estudo no Brasil, de razoável seriedade para que eu possa ter o mínimo de confiança, só existem vendedores de semente (a pouco tempo um destas estava vendendo o TIFTON 9, este não é Cynodon, mas sim um Pensacola, e dizendo que era um Tifton, este foi desenvolvido pela Universidade da Geórgia, o mesmo lugar dos Tifton).

E por falta de bons e confiáveis trabalhos, tenho que apelar para o para o Professor Especialista de Forragens do Estado do Texas - PhD da Universidade do Texas, o Dr. Larry A. Redmon, que é o Avaliador Mor das Forragens no Estado do Texas, estabelecido em Overton - TX, responsável da Agri Life Reserarch.

Mas minha opinião vai de encontro a do Dr. Larry Redmon, e tb. do falecido Dr. Gleen W. Burton, o maior nome das forragens nos EUA, e a maior autoridade em Cynodon. Mas este caipira, não tem nome para andar junto destes doutores, mas tem a mesma tese.

O Vaqueró é uma mistura de sementes, (composto da seguinte forma: 33% da variedade não híbrida de sementes viáveis o CD 90160, o mais produtivo dos três; 33% do não hibrido Relvado {gramado alto} MIRAGE e 33% do revaldo PYRAMID de textura fina e originária do Afeganistão, isto é o Vaquero, se uma semente não nascer bem a outra pode ir melhor...).

Mas um grande problema das misturas (blend) é que perdem suas capacidade do uso de herbicidas seletivos (MSMA, Vulcane e são muito suscetíveis até aos herbicidas para folhas largas com o 2.4 D), isto os deixa para ter que fazer na enxada a catagem das pragas, e, se entrar uma bachiária, seu dinheiro foi jogado fora, coisa que não aconteceria com os híbridos de proliferação por mudas e estacas.

O Vaquero tem registro de só uma produtora, existem falsificações.

Portanto, prefiro acompanhar o Dr. Larry Redmon, que tem 5 Estações Experimentais espalhadas pelo Estado do Texas, e vem acompanhando estas e muitas outras variedades e espécies anos a fio...
O CD 90160, que é disparada a melhor semente das que vão compor a mistura e em média de 5 anos consecutivos nas cinco estações o Tifton 85 foi superior em 35% ao CD 90160, imajine os outros...

Os hídridos do Cynodon nlemfuensis (Stargrass) e os Cynodon dactylon (Bermudagrass), são fabulosos, sua única dificuldade é plantar por mudas, vamos dar este desconto a estes...
O Tifton 85 e capaz de ser produtivo do Oiapoque ao Chuí... é muito bom!

Agradeço ao Amigo Antônio Moraes a oportunidade de tentar ser útil aos produtores - não gosto de citar as fontes mas neste caso achei melhor;

Fim do comentário.

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 24/09/2012

Prezada Senhora (Srta.) Paula Cristina Pena - Ipameri - GO.

Continuando com os demais comentários da parte do amigo Doutor Marcelo Erthal Pires, a respeito do capim Vaquero.
_______________________________________________
Inicio do segundo comentário do Amigo Marcelo Erthal Pires:

"sim concordo totalmente, com vossa exclamação sobre o Estrela Africana, mas como outros Cynodon, exemplo: Tifton 85, Tifton 78, Tifton 68, Russell, Jiggs, Sumrall 007, Coastcross II e o Florakirk, para não se falar das varietais mais boreais e austrais com o Hardie, Tifton 44, Grazer, Midland, Guymon,Oklan, Greenfield e o Midland 99 e os mais exclusivamente Tropicais como Florona, Florico,Rhodesian, Okeechobee e o Suwennee e muitos outros (principalmente Stargrass). Só não acho grandes coisas os Blend dos Cynodon de sementes viáveis!"

Fim do comentário.

_______________________________________________
Inicio do terceiro comentário do Amigo Marcelo Erthal Pires:

"o Eduardo Haras tem razão o texano Jiggs é muito bom capim, esta entre os três melhores híbridos, juntamente, ao Russell e o Tifton 85, ele também é um dos melhores fenos, e muito especifico para regiões de pluviométria não muito alta. Mil vezes o Jiggs e nem meio Vaquero, o Eduardo é coerente. O Jiggs é um dos de mais fácil estabelecimento, tem ótima rtelação caule/folhas e no frio tem melhor resposta de crescimento."

Fim do comentário.

_______________________________________________
Inicio do quarto comentário do Amigo Marcelo Erthal Pires:

sem querer abusar da paciência do Caro Antônio Moraes, o VAQUERO se for verdadeiro é de produção da CEDECO INTERNATIONAL SEEDS, INC. - para confimar que se trata de uma mistura de sementes, entre no LINK:
http://intlseed.com/documents/tech_vaquero.pdf

Do site oficial da CEDECO SEEDS.

Fim do comentário.
_______________________________________________

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda: São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município: Mineiros - Goiás

Breno Silvério

Araraquara - São Paulo - Produção de leite (de vaca)
publicado em 03/12/2012

Breno Silvério

Olá Boa Noite td bem então tenho 10 vacas em meu sitio e gostaria de saber detalhadamente como manusear no plantio da grama separação do pasto tudo certo preciso de ajuda qq podem mandar ideias fotos para o meu email silverio.jor@hotmail.com

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 04/12/2012

Prezado Senhor Breno Silvério - Araraquara - SP

Vou tentar lhe repassar o que temos praticado em nossa propriedade, mas, o correto é você procurar um técnico da Cooperativa, EMATER, Sindicato Rural, Secretária da Agricultura ou Escritórios Particulares de Assistência Técnica, da sua região, para melhor lhe orientar.

PREPARO DO SOLO:
Antes do plantio, sempre fazemos a análise do solo para fazer a correção e adubação conforme recomendação técnica.
Na adubação damos preferência para a utilização de adubos orgânicos (esterco de curral, cama de frango/peru, suínos, etc.) em grandes quantidades, por volta de 10 toneladas por hectare.

PLANTIO:
O plantio da Grama Estrela, Tifiton-85, etc., é feito através de mudas, ou seja, quase todos do gênero Cynodons, exceto o vaqueiro que o plantio é por sementes.
Em nossa propriedade plantamos as mudas em covas, sulcos ou espalhadas a lanço e incorporadas com a grade semi-aberta. Nas covas e sulcos o espaçamento deve ser inferior a 1 metro.

MUDAS:
As mudas destinadas à formação de pastagens devem estar maduras, com cerca de 100 dias de idade, originadas de áreas bem manejadas (adubadas), livres de pragas, doenças e ervas. Uma boa muda deve ter raízes, colmos e estolões grandes e muitas gemas. Mudas jovens, pequenas e tenras não devem ser utilizadas porque desidratam no sulco de plantio. As mudas podem ser plantadas em sulcos, covas ou espalhadas a lanço.
Utilizamos muito, pela disponibilidade de mudas, a grama Estrela-Africana-Branca e Estrela-Africana-Roxa, mas, existe outras variedades mais recomendadas, como é o caso do Tifton 85, o Jiggs, etc...

PIQUETES:
Não importa o tamanho dos piquetes, o importante é que todos eles sejam aproximadamente do mesmo tamanho.
Piquetes corrigidos, adubados e bem manejados de Grama Estrela Africana ou Tifton 85, devem suportar uma lotação de no mínimo umas 4 ou 5 vacas por hectare, podendo chegar até umas 10 a 15 vacas (de 500/600 kgs), em período de chuvas regulares (melhor mesmo é se forem irrigados).
Então, no máximo precisará de uns 2 hectares para suportar as suas 10 vacas.

Obs. ... Continua na próxima postagem ...

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município de Mineiros - Goiás.

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 04/12/2012


Prezado Senhor Breno Silvério - Araraquara - SP

Obs. ... Continuação da postagem anterior...


DIVISÃO DOS PIQUETES:
A maioria dos técnicos recomendam somente 01 (um) dia de pastejo e até 21 dias de descanso, para os piquetes de Grama Estrela. Em nossa propriedade utilizamos 01 (um) dia de pastejo e de 16 a 18 dias de descanso. Anteriormente já utilizamos mais de 18 dias de descanso, mas, o pasto crescia muito e acamava, amassava muito capim, achamos que de 16 a 18 dias de descanso ficou bom, não ficando muita sobra de pasto amassado/acamado.
Após ser determinado o numero de dias de descanso dos piquetes (exemplo: 16, 17, 18, 19, 20 ou 21 dias), soma-se mais um dia de utilização, então você terá o número de piquetes que precisará dividir.
Supondo que sejam 2 hectares necessárias para as 10 vacas, então temos: 20.000 m² (2 ha) para serem divididos pelo número total de piquetes recomendados (19 a 22), podendo ser 18 + 1, como é o caso de nossa propriedade, ou então 19 + 1 = 20 piquetes.
Como exemplo: dividindo a área total 20.000 m² (2 ha), pelo número total de piquetes necessários (20 piquetes), assim cada piquete terá aproximadamente 1.000 m² (depende do número de piquetes a serem divididos).

ARTIGO/TÉCNICO:
Um artigo técnico de autoria do Engenheiro Agrônomo, Silvino Guimarães Moreira, no site da ReHagro, pode lhe ser útil. Mas não dispensa a consulta a um técnico da sua região, sobre o assunto.
Para ler o artigo clique no link a seguir: http://www.rehagro.com.br/siterehagro/publicacao.do?cdnoticia=164

Também o técnico Doutor Marcelo Ertal Pires, poderá melhor lhe orientar, pois, é um grande estudioso do assunto.
Segue link, para ler comentários e artigos do mesmo: http://www.milkpoint.com.br/mypoint/188555/  

Atenção: Estas são informações e experiências de um produtor, no entanto, não dispensa a consulta a um técnico de sua região.

Final...

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município de Mineiros - Goiás.

Breno Silvério

Araraquara - São Paulo - Produção de leite (de vaca)
publicado em 17/12/2012

Olá muito obrigado pelas dicas eu apenas tenho mais algumas duvidas eu vou colocar apenas 10 vacas de leite no sistema de pasto rotacionado e ainda serão alimentadas no cocho qual é a medida +- que pode ser cada piquete detalhe tenho 2 alqueres para se utilizar

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 17/12/2012


Prezado Senhor Breno Silvério - Araraquara - SP

É um prazer poder dividir experiências de nossa na propriedade com outros produtores de leite, porém, mais uma vez afirmo, o correto é você procurar um técnico da Cooperativa, EMATER, Sindicato Rural, Secretária da Agricultura ou Escritórios Particulares de Assistência Técnica, da sua região, para melhor lhe orientar.

Se bem entendi a sua dúvida, você quer utilizar os dois alqueires (paulista), ou seja, 2 alqueires que multiplicado por 2,42 ha, então temos 4,84 ha, que é igual a 48.400 m².

Se for utilizar esta área toda, dividindo em 20 piquetes, então terá:
20 piquetes de 2.400 m² cada um;
Se a área permitir, os piquetes podem ser de 40 metros de frente por 60 metros de fundo, ou, 48 m por 50 m, etc.;
O restante da área (400 m²) ficará para corredores e área de descanso (sombra) e bebedouros d'água.

Esta área toda (dois alqueires paulista) com certeza, se bem manejada, vai suportar pelo ao menos umas 30 vacas, isso com uma lotação de pouco mais de 6 vacas por hectare.

Então, para as suas 10 vacas, apenas 1/3 dessa área será suficiente, ou seja, 16.000 m², que é igual a 1,6 hectares, menos de um alqueire paulista (24.200 m²).
Se for isso, só para as 10 vacas, então faça:
20 piquetes de 800 m² cada um;
Para lhe facilitar os cálculos e se a área permitir, os piquetes podem ser de 25 metros de frente por 32 metros de fundo, ou, 20 m por 40 m, etc.;

Não esqueça que para suportar altas lotações os piquetes têm que serem bem corrigidos e bem adubados e manejados corretamente. Dê preferencia para a adubação orgânica (esterco de curral, cama de frango/peru, dejetos de suínos, etc...).
Lembre-se de procurar orientações de um técnico da região.

Um abraço,

Antônio Moraes Resende
Fazenda São Domingos - Ld. Irmãos Moraes
Município de Mineiros - Goiás.

Vâneo Silva

Machado - Minas Gerais - Produção de leite (de vaca)
publicado em 15/01/2013

Boa tarde, sr Antônio Moraes, Tenho uma propriedade na Cidade de Machado Sul de Minas, e estou precisando  comprar mudas da grama estrela fricana para plantar em 02  Hectares, por favor pode me endicar onde consigo comprar?

Grato pela atençao

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 16/01/2013


Prezado Senhor Vâneo Silva - Machado - MG


Segundo o meu amigo Doutor Marcelo Erthal Pires, grande estudioso dos Cynodons, e em particular do Tifton 85. Ele informa que em observações realizadas, a produção de matéria verde das duas gramíneas (Tifton 85 e Estrela Africana) são muito semelhantes, e que o "Tifton 85" é 60% mais digestível e mais palatável do que a Estrela Africana.

Não conheço nenhum produtor comercial de mudas da Grama Estrela.

Temos uma área grande plantada para utilização do próprio rebanho, mas, as variedades estão misturadas: Estrela Africana Roxa, Estrela Africana Branca e uma terceira variedade que parece ser o Tifton 68. Assim, é difícil conseguir mudas separadas de cada variedade. Também, nunca produzimos mudas para venda, somente para o uso na própria fazenda.

Se o Senhor fizer a sua opção pelo Tifton 85, a Fazenda Santa Helena, no município de Bom Despacho - MG., produz mudas do Tifton 85, em escala comercial, e, é confiável, eles entregam em qualquer parte do País.

Se preferir o "Tifton 85" a Fazenda Santa Helena é uma grande produtora de mudas, segue dados de contato:
Telefone (37) 3522-6090;
Endereço: Rodovia MG 164, KM 125 Zona Rural. Caixa Postal 180. CEP 35600-000. Bom Despacho - MG.
Site: http://fenosantahelena.com.br/plus/modulos/conteudo/?tac=tifton-85


Saudações,

Antônio Moraes Resende
Fazenda São Domingos - Mineiros - Goiás

Fernando

Montes Claros - Minas Gerais - Equinocultura/Pecuária
publicado em 24/02/2013

Bom dia Sr. Antônio!

Tenho 73.000,00m², de terra siltosa que será corrigida, adubada e então inserida  a pastagem. Gostaria de uma orientação sobre qual a melhor grama para esse tipo de solo em região de poucas chuvas.

Atenciosamente,

Fernando Soier Pimenta
Haras recanto - Montes Claros - Minas Gerais

domingos porto

Orizona - Goiás - produtor
publicado em 26/02/2013

Bom dia a todos!! tenho o imenso prazer em informa-los o quanto fui feliz com o plantio da grama estrela africana.  tenho uma propriedade p criação d cavalos e já havia tentado os panicuns em area q era de braquiaria. Aos amigos do cavalo que não percam tempo e dinheiro. Peçam orientção técnica para plantio dos cinodons. São os que suporta  o pisoteio além de terem outras vantagens.  VIVA O CAVALO  E A GRAMA.

LIDIO ROCHA

Palmas - Tocantins - OUTRA
publicado em 22/03/2013

Lidio Rocha PALMAS.TO
boa noite!

Essa e minha primeira participação neste blog.
estou comprando uma propriedade de 12 alquieros ainda esta praticamente toda bruta com. pouco area de pasto (AGROPOLO). e um terreno muito cascalhos e pedras ganga qual o capim ideal para uma terra nessas consdiçoes?.

email lidiorocha2010@hotmail.com


Palmas

cleber may

Santa Rosa de Lima - Santa Catarina - Produção de leite
publicado em 24/03/2013

fasa analize do solo e procure um tecnico de sua região para te enformar e consulte seus novos vizinhos talvez ele ja tenha uma pratica boa para sua area pois isso e complicado eu comentar oque voçe deve faser pois sou do sul do brasil aqui é diferente o clima e solo.

cleber may

Santa Rosa de Lima - Santa Catarina - Produção de leite
publicado em 24/03/2013

esta estrela é paresida com o tifton
implantei um piquete com a tifton fiquei surpreso com o rapido cresimento sera que depois de pastorear a area ela crescera novamente nessa velocidade?
obrigado

Luciano da Silva Andrade

Nova Canaã - Bahia - Produção de leite
publicado em 06/10/2013

Boa tarde,

Temos a grama estrela africana em nossa propriedade e temos algumas dúvidas sobre manejo e plantio.
As áreas que temos são muito bem adaptadas às baixas férteis e úmidas, suportando dias de alagamento no período das águas e resistindo a invasores como a tiririca. A questão é que temos uma área considerável com estas mesmas características que havíamos plantado com MG-5 e o Brizanta Marandu devido a facilidade de sementes e adaptação às partes mais altas (pensamos que seria igual ou melhor), mas em dois anos perdemos todo o capim, hoje só existe tiririca.
Gostaria de saber opiniões sobre o que plantar, temos mudas o suficiente de estrela, mas temo que o custo seja impraticável.

daniel15042014

Campinápolis - Mato Grosso - Estudante
publicado em 21/10/2013

a grama gijjis vai bem em clima quente em mt com terra media

daniel15042014

Campinápolis - Mato Grosso - Estudante
publicado em 21/10/2013

a grama jiggis vai em solu de baixa fertilidade e no qlhima quente

marcelo erthal pires

Belém - Pará - Produção de leite
publicado em 22/10/2013

Daniel
todos os Cynodon produzem em baixa fertilidade, mas só em condições melhores vão
dar 'shows de produção e qualidade !

                                                         um abraço

(*) Usem bom censo, como alguém que com nutrição insuficiente podem fazer grandes esforços, né ???

Moraes - CENTROLEITE

Goiânia - Goiás - Produção de leite (de vaca)
publicado em 27/10/2013


Prezado amigo Marcelo Erthal,

Eu estava sentindo muito a ausência da participação do amigo nos debates, pois, sempre foi muito proveito para todos nós podermos compartilhar de seus conhecimentos.

Gostaria que o amigo continuasse dividindo com todos nós produtores de leite um pouco de sua sabedoria e conhecimento.

Obrigado pelo seu comentário.
Um grande abraço.

Antônio Moraes Resende
Fazenda São Domingos - Mineiros - Goiás

Deonilo Milani

Pato Branco - Paraná - Ind. de maq. agricolas
publicado em 05/01/2014

Prezado Sr. Antonio, com grande satisfação partilhei de seu conhecimento e extrema boa vontade em responder a tantas perguntas. Vou implantar em nossa fazenda uma parcela com estrela africana, principalmente pela sua caracteristica de agressividade e rusticidade. Sei que a tifton 85 e uma das melhores variedades, porem muito exigente em fertilidade e correção. Como nosso terreno é acidentado fica dificil este manejo.
Felicidades em 2014.
Deonilo Milani - Fazenda Rancho de Imbuia, Coronel Domingos Soares - Pr

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 06/01/2014

Deonilo Milani
Fazenda Rancho de Imbuia
Coronel Domingos Soares - PR

Em nossa propriedade temos uma área grande implantada com a Grama Estrela Africana, como você já leu em meus comentários. Mas, ainda não temos nenhuma área com o "Tifton 85", pretendo adquirir as mudas e iniciar a implantação ainda em janeiro desse ano. Portanto não posso fazer comparações entre essas variedades. Mas, conforme os estudiosos dos Cynodon's (inclusive o meu amigo Marcelo Erthal Pires), o "Tifton 85" tem produção igual á Estrela Africana, melhor relação folha/colmos(caules), e é 60% mais digestível e mais palatável do que a Estrela Africana.

Após formarmos essa área inicial e a sua utilização, se confirmarmos estas vantagens do "Tifton 85" em relação a Estrela Africana, provavelmente iremos substituir parte das áreas da Estrela Africana, principalmente as mais próximas da ordenha.

Saudações,

Antônio Moraes Resende
Fazenda São Domingos - Mineiros - Goiás

JOSÉ GERALDO ASSIS NUNES

Alegre - Espírito Santo - Consultoria/extensão rural
publicado em 17/02/2014

Olá Antônio, gostaria de saber mais sobre a altura de saída da grama estrela africana, pois já vi algumas fazendas com pastejo de grama estrela africana porém roxa, onde o produtor estava tendo dificuldades no manejo, pois a mesma estava passando muito rápido, menos de 15 dias, então estava tendo muita mão de obra para rebaixar o resíduo do piquete.

Moraes - CENTROLEITE

Goiânia - Goiás - Produção de leite (de vaca)
publicado em 18/02/2014


Prezado Senhor JOSÉ GERALDO ASSIS NUNES - Alegre - ES

Realmente nós também estamos tendo problemas com a grama estrela, principalmente com relação a altura de saída dos animais. Acho que está relacionado com a palatabilidade da mesma, pois, a utilizamos para as vacas em lactação e as mesmas não querem rebaixar conforme precisa.

Assim, estamos utilizando outros animais para rebaixar um pouco mais e conseguir uma altura de saída mais próximo do adequado, 10 cm. No nosso caso temos percebido que o quanto mais baixo a saída dos animais melhor fica o pasto para o próximo pastejo, o ideal seria no máximo 10 cm de altura na saída, mas, não é fácil.

Saudações,

Antônio Moraes Resende

JOSÉ GERALDO ASSIS NUNES

Alegre - Espírito Santo - Consultoria/extensão rural
publicado em 26/02/2014

Antônio, gostaria de saber qual sua opinião (ponto de vista) quanto as gramas em ralação ao mombaça,
me conte mais, pois aqui temos poucas propriedades com gramas spp. então gostaria saber mais sobre a mesma.
ok
muito obrigado

Antônio Moraes Resende

Goiânia - Goiás - Produção de leite
publicado em 26/02/2014


Prezado Senhor JOSÉ GERALDO ASSIS NUNES - Alegre - ES

Em nossa propriedade não temos o capim Mombaça, o conheço de outras propriedades, mas, não temos experiência com o mesmo.

Quanto a grama estrela africana, para os animais que não estão em lactação, tem sido excelente.
Para as vacas em lactação, não estamos conseguindo acertar no ajuste da dieta. Com isso, não estamos conseguindo uma boa produtividade de nossos animais, nossas médias de lactação têm ficado muito abaixo do esperado.

Conforme meu amigo Marcelo Erthal Pires, o "Tifton 85" tem produção igual á Estrela Africana, melhor relação folhas/colmos (caules), é 60% mais digestível, e, é mais palatável do que a Estrela Africana.

Vamos plantar uma área experimental do "Tifton 85", e, em nossas condições, sendo comprovado a sua superioridade, em relação a Estrela Africana, iremos substitui-la gradativamente.

Saudações,

Antônio Moraes Resende
Fazenda São Domingos - Mineiros-GO

Jheferson Dutra

Araruama - Rio de Janeiro - Produção de leite
publicado em 01/05/2014

Srº Antonio Moraes Rezende.

Como primícia, gostaria de parabenizá-lo pela ajuda que nos presta com esta troca de ideias e experiências.

Plantei um canteiro de estrela africana medindo 1/2 ha... A produção e quanto ele toma conta de áreas por onde "rasteja", me deixou assustado. Mas estou encontrando um problema com invasores, como as TIRIRICAS e MOMBAÇA que inexplicavelmente nasceram neste canteiro... Como posso controlar esta invasão?

Desde já agradeço!

Nathan Machado

Maringá - Paraná - Estudante
publicado em 01/05/2014

Bom dia Antônio, parabéns pelo conhecimento e por compartilhar com nós. Eu gostaria de saber a sua produção diária, o tamanho da área ocupada e qual tipo de suplementação nas águas e na seca?

Att
Nathan Machado Cavalcante
Astorga-PR

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes

Enviar comentário

Copyright © 2000 - 2014 AgriPoint Consultoria Ltda. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade