Autor

Mensagem

marcos ferreira da silva

Qual melhor raça leiteira para produçao confinada


Enviado em 23/01/2003

Minha familia possue uma propriedade de 60 alq . no vale do paraiba , municipio de Cunha SP , esta propriedade estava abandonada , e resolvi investir nela ; a dois anos estou renovando as pastagens , arando , rosando ,semeando pastagem de sétaria , divisoes de pastos , aguadas , etc... Estou plantando capineiras a 2 anos , capim napier roxo , e capim elefante , tenho uma area de uns 10 alq. e mais 2 alq. de milho consorciado com calopogonio , e no inverno aveia preta . A fazenda possue tambem um galpao tipo freestal de 2500 m - sala de ordenha e diversas salas para a fabricaçao de queijos .
Mas tenho uma duvida , com qual raça devo trabalhar , pois quero ter as vacas de produçao 100% confinadas , a medio prazo ter uma produçao de 2000 litros/dias ,para a fabricaçao de queijo .

Espero que voces caros amigos possam me ajudar na escolha .
Um forte abraço

MARCOS FERREIRA DA SILVA
CUNHA - S.P.

Névio Primon de Siqueira

Enviado em 30/01/2003

Marcos, é como já falei em outro tópico do fórum. Quando tratamos com os produtores mais tradicionais da região, o comércio das vacas jersey é um pouco mais difícil, mas quando o produtor é de fora, ainda sem tradição de produzir e portanto mais aberto a conhecer coisas novas, a rejeição já não acontece. Não quero aqui desmerecer ninguém nem raça alguma, pois acho que todas as raças tem seu lugar e todo produtor tem o direito de tirar leite do que quizer e ter suas preferencias pessoais, mas as vezes deixamos de arriscar no desconhecido por segurança, mas deixamos de conhecer muita coisa que valeria a pena ter conhecido. Gostaria de saber se você mora na roça ou mora em cidade. Pergunto porque moro em São Paulo, se por acaso for daqui, podemos conversar mais facilmente. Um abraço, Névio.

Luis Hector San Juan

Enviado em 29/01/2003

Caro Marcos, Se você tivesse feito apenas a pergunta: "...Qual a raça mais adequada...", de pronto responderia mais ou menos como o colega Névio o fez. De fato a reça Jersey produz leite bastante adequado para a produção de queijos. Fui criador de Jersey por cerca de 20 anos em Avaré-SP (inclusive melhor criador do estado em 1990) e conheço bem as vantagens da raça. Para a manutenção do gado em "free-stall", as Jersey tem a enorme vantagem de possuírem cascos fortíssimos, ao invés das holandesas, que padecem de fraqueza nessa parte. Cascos fortes são garantia de boa disposição e longevidade, isso é fundamental. Porém, vendo o total da sua exposição, já enxergo a sua questão de outra forma... focando o problema econômico como fundamento primordial para a sua decisão. De fato, pelo que você expôs, lhe recomendaria examinar cuidadosamente os custos envolvidos na preparação da comida para o gado (plantios, colheitas e distribuição no "free-stall". Atualmente, os produtores estão preferindo a produção de leite com pastejo, pois o sistema de confinamento é muito mais caro levando em conta a grande mão de obra envolvida, os insumos e tudo mais (sem ainda contar com o fato que os animais desenvolvem-se melhor a campo, com menos problemas de saúde, intervalo entre partos mais curtos, etc. Assim, concluo dizendo-lhe: não desanime mas examine todos os fatores, inclusive os aspecto comerciais, como o de colocação do produto, o tipo de queijo que apresente melhor condição de aceitação no mercado, maior margem de contribuição, etc. Depois disso, boa sorte!

Névio Primon de Siqueira

Enviado em 24/01/2003

Marcos, se a sua meta é a fabricação de queijo, acho que o Jersey seria uma das raças indicadas, apesar que o holandes te traria uma quantidade maior de leite, porem com rendimento um pouco menor na industrialização. Voce pode tambem usar as duas raças juntas ou em cruzamento entre si, que da um resultado muito bom em quantidade e qualidade de leite, com animais um pouco mais rústicos em relação ao holandes puro. Temos propriedade na Rocinha, no caminho para Cunha, e estamos a sua disposição para troca de ideias. Qualquer dúvida, use e abuse. Um abraço, Névio.

Antonio Vilela Candal

Enviado em 30/01/2003

Caro futuro criador; Seu caso é muito pareceido com o meu e idêntico ao do Sr. Antonio Aznar, que tem propriedade aí na estrada que liga Guaratinguetá a Cunha. Esta propriedade não deve ficar mais de 15km da sua. Já confinei Holandês, Jersey e Girolanda de 1/2 a 7/8. Acabei com tudo e fiquei só com o Holandês puro. Se quizer saber porque me ligue 12-9717-1811. Obs. não estou vendendo gado, só poderei fazer isto daqui 2 à 3 anos. Antonio Vilela Candal

marcos ferreira da silva

Enviado em 29/01/2003

Caro Névio Somos vizinhos , passo constantemente em frente a entrada do bairro da rocinha ,minha propriedade fica no bairro da Barra ; Muito obrigado pelas dicas , estou em dúvida em relaçao a jersey ,referente a venda de novilhas ,ou mesmo vacas , será que consigo preço ? um forte abraço Marcos

João Gandolfi

Enviado em 08/08/2004

Caro Marcos, mas voce conseguiu se decidir pela raça ? conseguiu levar adiante seus projetos ?
Desculpe as perguntas diretas, mas acho que seria muito útil para todos nós se voce compartilhasse sua evolução neste empreendimento, as suas dúvidas acho que eram dúvidas de muitos produtores e candidatos a produtores.

Abraço

João Gandolfi
 

jonas

Enviado em 02/02/2013

mel que rindo  marcos gostei da sua duvida e da sus pergunta por que precisamos dês cutim sobre manejos pra nos aprender com os colegas criadores, cada um tem sua experiencia com essas raça leiteria, só lembrando que todas elas precisa de condição adequada pr produzir. meus agradecimentos pelo espaço, mel nome é jonas moro em Uberlândia mg                          

Alexandre

Enviado em 27/05/2013

Bom dia!
Sobre queijos tenho conhecimento e também gostaria de fazer queijos com leite de vaca Jersey.
Já morei em Guará .
Att
Alexandre
repres.alimentos@hotmail.com

ilma oliveira santos

Enviado em 19/09/2013

Boa tarde!
Minha familia tem uma pequema fazenda, e gostaria de começar criar vacas leiteiras mesmo que seja pouca, pois estou com uma capineira pequena. A minha dúvida é que raça, quantas mais ou menos para começar? E a fazenda não é plana e tenho que substituir o tipo de forragem pois só tem capim com um tipo comum. Preciso de ajuda para manter tambem a agua tem uma mina mas está secando. Preciso de muita ajuda.
Muito obrigada! um abraço

Ilma    

Rodrigo

Enviado em 04/12/2013

Na minha humilde opinião, melhor  gado leiteiro pra trabalhar confinado é Holandes PO, segundo é o Holandes 7/8....
O Jersey PO não tem produção como as citadas acima por mim, mas tem suas vantagens como rusticidade, precocidade (casos de novilhas com 11 meses dar cio), docil, longevidade, indice na gordura do leite...

Mas temos agravantes em tirar leite em regime de confinamento, como aumento de mão de obra, investimento em maquinario, sistema para retirar dejetos dos animais, investimento maior em infra estrutura(se trabalhar com PO)....

* Aqui no site mesmo já vi casos de pessoas que se deram melhor com gado confinado do que a pasto.
Mas tem propiedade pequena



**Mas com uma fazenda desse tamanho, o senhor não pensa em tirar um leite custo mais baixo? leite a pasto nas aguas e trato na seca?

**Ai indicaria o Girolando

Como setor tem alta e baixa de preços, caso a pensar viu

Negocio é sentar e fazer as contas

Paulo Roberto Duro Guimarães

Enviado em 29/12/2013

Em relação a este assunto,pergunto:
Sem restrição de volumoso de boa qualidade, e sem restrição de concentrado, o que é mais rentável, na produção de queijos? 1 vaca girolando produzindo 30 kg diários e 600 kg de peso vivo, OU 2  vacas jersey, com 420 kg, produzindo 15 kg de leite/dia, cada ????
(considerar custo do manejo, conversão alimentar e sólidos do leite...)

fabricio araujo

Enviado em 08/03/2015

UALL SOU AINDA LEIGO DEMAIS ,PARA TROCAR IDEIAS MAS TENHO APRENDIDO MUINTO COM TODOS ACIMA ,EU SOU FABRICIO ARAUJO DE ITAMBACURI EM MG E FELIS DE VER TANTAS DICAS BOAS DOS AMIGOS , MAS COMO LEIGO QUE SOU NAO VEJO OUTRA RACA MELHOR SE TRATANDO DE ALTA PRODUCAO DOQUE A VACA OLANDESA ,SE E LEITE QUE O PRODUTOR QUER , MAS TBM EM PROPRIEDADES ,QUE NAO SAO BAIXAS ,VEJO AS GIROLANDAS ,ATE 3/4 DE HOLANESAS ,E ACHEI MUINTO MASSA , PARA MUINTOS PENSSSAREM , O QUE O SR PAULO ROBERTO DURO GUIMARAES ESCREVEU , O QUE E MELHOR SE VC QUER E LEITE ,E MUINTO EM POUCO ESPASSO , UMA UNICA VACA QUE PRODUZ 30 KG DIARIOS OU TER QUE TER 2 PARA DAR O MESMO LEITE,  OU ENTAO ESQUECA O LEITE E PENSSE ,E QUANTIDADES DE VACA NO PASTO , UM ABRACO A TODOS !!!!

wilton da silva macedo

Enviado em 23/05/2015

bom dia meu e Wilton Macedo moro em Palmas -TO e estou iniciando um projeto de produção de leite para queijos, a temperatura aqui no tocantins fica em torno de 35 graus eu estou pensando iniciar com a raça jersey, tenho boa pastagem em mombaça e faço silagem de milho o meu sistema será parecido com o balde cheio da embrapa, pesso orientação quanto a raça e manejo, obrigo.

wilian

Enviado em 26/05/2015

Parabéns a todos, me ajudam muito com suas perguntas e respostas

sergio leonel nadal

Enviado em 16/06/2015

faço queijo artesanal a melhor raça girolando com jersey e rustica e vai bem no sistema de pastejo na ordenha concentrado mais tem outra raça nova vinda da australia o illawarra que estam criando aqui na região gado bem rustico esta dando bom cruzamento com jersey resumindo que nem diz amigo nevio jersey e o melhor cruzado fica mais ainda mais rustico boa sorte.

edilson pereira

Enviado em 19/09/2015

quero criar vaca leiteira e quero ter uma retirada de 5000 mil litros de leite dia qual raça vcs me indica e como devo fazer isto tipo de tratamento com as  vacas  tipi de alimentação  e complementação de ração e

edilson pereira

Enviado em 19/09/2015

penso em umas 600 vacas para bate esta meta de 5000 litro de leite dia e vcs me indica qual raça de vaca leiteira

jose adalberto de carvalho

Enviado em 09/11/2015

bom dia

jose adalberto de carvalho

Enviado em 09/11/2015

tenho a mesma pegunta qual melhor raca pra confinamento?

Guilherme Alves de Mello Franco

Enviado em 29/12/2015

Prezado Marcus Ferreira da Silva: Bom dia. Depois da manifestação do Antônio Vilela Candal e do amigo Névio Primon de Siqueira, muito pouco resta a dizer.
Mas, vale alertar para alguns aspectos.
Queijo não é só teor de gordura, mas, também, volume de leite. Portanto, vamos a algumas considerações.
A produção de leite depende de vários fatores, entre eles, sanidade, volume produzido, teor de sólidos totais e manejo.
Em volume de produção, as holandesas são imbatíveis. Portanto, será muito mais fácil você atingir aos 2000 litros de leite/dia que pretende, com as vacas desta raça, pois vai exigir menor número de animais.
Em teor de sólidos, desculpem-me os Jersistas, como o amigo Névio, a quem rendo efusivas homenagens, a raça holandesa também é imbatível, e, neste ponto, temos que fazer uma simples conta, que, aliás, nenhum técnico faz:
Consideremos a produção média confinada de ambas as raças. Uma holandêsa produz cerca de trinta e cinco litros/dia, durante 305 dias (10.675 litros). Uma Jersey, cerca de vinte, durante o mesmo espaço de tempo (6.100 litros). Lembrando que estamos a falar em termos médios, podendo haver animais com mais ou menos produção entre as raças. Portanto, em um cálculo bastante rústico, são 4575 litros, por lactação, de diferença entre uma Holandesa e uma Jersey, ambas submetidas ao mesmo regime de criação.
Ora, analisando o volume de sólidos totais entre as raças, chegamos a conclusão que, ao final, uma Holandesa vai produzir mais sólidos que uma Jersey e, portanto, atenderá melhor à sua produção de queijos.
Por isso, em lugares de alta produção de leite, como Canadá, Estados Unidos e Índia é a Raça Holandesa que é utilizada.  
Temos, por via de consequência, que deixar de comparar a produção diária de sólidos e passar a comparar a produção final de cada raça. Por produzir volume maior de leite, as holandesas, por via de consequência, produzem, também, maior volume de sólidos.
Outro ponto que nos chama a análise, é o fato de que toda vaca de alta produção - e, aí, independe da raça - exige manejo e sanidade impecáveis, para expressar todo o seu potencial. Portanto, perdão, novamente, não é a Raça Holandesa que é exigente: ela é exigente porque produz muito.
Por fim, a Raça Holandesa é a mais utilizada no Brasil, estando presente, via de regra, em quase cem por cento das propriedades leiteiras nacionais, o que faz com que a oferta de animais seja infinitamente maior que a das outras raças e mestiçagens. Portanto, é muito mais fácil você obter a quantidade de vacas que você precisa dentro desta raça do que entre todas as demais.
Espero ter podido ajudar.
Um abraço,

GUILHERME ALVES DE MELLO FRANCO
ALFA MILK - FAZENDA SESMARIA - OLARIA - MG
=HÁ DEZ ANOS CONFINANDO QUALIDADE=
www.fazendasesmaria.com
Facebook: Sesmaria Faz

Edimilson Ávila

Enviado em 21/01/2016

Confinado Holandês ..... Pastagem girolando ...... Pq. Holandês em pastagem vc vai gastar muito em manejo Pq dão muito carrapatos e bernes!!!!! Se vc levar em conta uma vaca holandesa com o mesmo trato de uma girolando,a holandesa da um pouco mais de leite mais perdi no aspecto de manejo Pq a girolando quase não dá carrapato e berne!!!! Meu irmão tem 33 vacas girolando tira 780 litros dia ... Meu tio 55 girolandas 1.200 litros dia. Ei to iniciando e meu gado não é tão selecionado mais to mo caminho do girolando. Assumi o sítio do meu pai a pouco tempo e to tirando em média 400 litros por dia. Meu bisavô ,avô ,pai  e agora Eu sempre foi trabalhando co gado leiteiro. Claro tecnologia tá aí, quanto mais tecnologia vc estiver mais dá pra selecionar seu gado. Então eu acho q pra vc q tá começando a pratica com gado leiteiro é melhor o girolando Pq o holandês da bastante trabalho, depois q vc estiver bastante experiência dai sim vc migra pra onde vc achar melhor!!! Abraço gente e ficam com Deus!!!!

EducaPoint

Enviado em 21/07/2016

Olá, tudo bem?

A Pecuária leiteira está vivenciando um cenário que não víamos há anos. O valor repassado ao produtor pelo litro de leite está elevado, e os custos de produção também subiram de forma exacerbada. Como aproveitar este momento para garantir resultados rentáveis?

Gerir os custos da propriedade é o primeiro passo para melhorar as margens de lucratividade na atividade. É preciso controlar os custos e saber exatamente onde realizar mudanças para ampliar a eficiência do negócio.

Sabendo disso, te convido para participar do curso online Custos de produção na pecuária leiteira com a especialista Carina Barros.

Acesse: http://bit.ly/1OaK4re e garanta sua vaga.

Obrigado!
Abraços;
Equipe AgriPoint

EducaPoint

Enviado em 21/07/2016

Olá, tudo bem?

Como você pode ver na matéria indicada: http://www.milkpoint.com.br/sobre-o-site/novas-do-site/producao-de-leite-a-pasto-parece-simples-mas-nao-e-100835n.aspx, produzir leite a pasto não é tão simples quanto se parece.

Pensando nisso, o EducaPoint traz na agenda um treinamento sobre o tema com dois especialistas que atuam há anos na COWTECH - CONSULTORIA, eles trarão uma abordagem prática do assunto e participando você poderá tirar todas as dúvidas.

Saiba mais e se inscreva com condições especiais, pelo link: http://bit.ly/28RHiqX

Obrigado!
Abraços;
Equipe AgriPoint

Responder ao tópico:

10.000 caracteres restantes

Enviar mensagem

Copyright © 2000 - 2016 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade