Você está em: Fórum > Sistemas de Produção

Autor

Mensagem

Gustavo Siqueira Faria

Elaboração de Projeto para implantação de pecuária leiteira


Enviado em 28/06/2006

Boa tarde a todos. Gostaria de obter informações através da experiência dos senhores ou através de publicações que venham a me informar, sobre como elaborar um projeto para produção leiteira.
Tenho uma propriedade no Sul de Minas, de aproximadamente 6 alqueires e gostaria de estar levantando informações sobre qual o melhor tipo de gado se adquirir, máximo de cabeças por ha, quantas litros diários prá conseguir manter a propriedade?

Resumindo, preciso levantar informações para estar elaborando um Plano de Negócios, para estar a par se é viável técnica e financeiramente o ingresso neste campo.

Abraço
Gustavo Siqueira Faria 

Celso Pereira de Matos

Enviado em 26/07/2006

Gustavo, estou mais ou menos na mesma situação que você (tamanho de propriedade, localização, também estudando - aliás estudando HÁ MUITO tempo - já estou quase partindo para a prática, etc), mas apesar de ainda não ter começado, dou como dica alguns cursos que fiz na UFLA (Universidade Federal de Lavras) de ensino a distância e com encontros técnicos. O último que fiz foi o de Planejamento e Projeto de Instalação para Pecuária de Leite, e foi muito bom (há outros igualmente interessantes). Acesse o site www.faepe.org.br e dê uma examinada. Também tenho acompanhado este fórum com muita assiduidade e aprendido bastante com a experiência dos outros, mas, como falei, pretendo partir para a prática em breve.
Celso Pereira de Matos 

Gabriel Cardozo de Almeida Lara

Enviado em 28/11/2006

Gustavo,

gostaria de parabenizá-lo por iniciar sua futura atividade da melhor maneira possível, através do PLANEJAMENTO!

Todos os seus questionamentos (tipo de gado, produção/vaca/dia, lotação dos pastos, etc) dependem de muitos fatores exclusivos da sua propriedade (topografia, máquinas/instalações existentes, perfil do investidor, pastagens, etc).

Temos vários clientes no Sul de Minas e se houver interesse podemos auxiliar no desenvolvimento e acompanhamento do projeto de pecuária leiteira de sua propriedade.

Para conhecer um pouco mais do nosso trabalho, visite o site http://www.viaverde.agr.br

De antemão lhe adianto, se a atividade for bem conduzida/planejada poderá gerar bons lucros!

Boa sorte nesta nova empreitada!

Guilherme Alves de Mello Franco

Enviado em 08/02/2007

Prezado Gustavo: Como o Gabriel disse, são vários fatores que podem ser levados em consideração para uma resposta precisa ao seu problema. Como sua propriedade é pequena, o melhor sistema leiteiro para a mesma é o confinamento, já que o mesmo não demanda grande extensão de terras. Todavia, exige investimentos com estrutura física, tal como estábulos, salas de ordenha, criatórios de bezerros, entre outros. Por isso, necessário se faz saber sobre as instalações que você possui, antes de orientá-lo neste caminho. Duas vantagens enormes do confinamento em sua propriedade: criação de um maior número de cabeças, sem necessidade de pasto e utilização da área não construída para plantação de alimentos básicos ao manejo, como capineiras, milho, cana-de-açúcar e outros. Quanto ao gado, sou suspeito em indicar o Gado Holandês, porque na nossa região (estou na Zona da Mata/Sul de Minas Gerais, em Olaria) é o que melhor se adapta ao manejo de grande produção, não só por ser a raça que mais produz leite no mundo, como o clima ameno favorece seu desenvolvimento pleno, além de lidar com este tipo de gado há vários anos. Estou falando de gado puro, já que, quando ocorre o cruzamento, muito de bom das raças originais se perde, como a produtividade, o que, a curto prazo pode inviabilizar seu negócio. Dependendo do que você pretende, com quarenta vacas em lactação, dá para, no sistema acima descrito, você tirar, em média, mil e duzentos litros de leite/dia (trinta e seis mil litros/mês). Para manter a propriedade (não para remunerar os gastos com benfeitorias, plantações e matrizes, fique claro), com dois empregados e um veterinário, você dependerá de uma renda de seis mil reais por mês, ou seja, doze mil litros de leite, o que representa, uma média de quatrocentos litros/dia (considerando-se o preço de R$ 0,50 por litro, média estadual nos dias de hoje), portanto, um terço do que poderá produzir, no exemplo acima. Em que cidade do Sul de Minas Gerais está sua propriedade? Qual o grande laticínio da região? Preciso destas informações para continuar a dar minha opinião com maior acuidade, bem como sobre topografia, benfeitorias existentes, disponibilidade financeira para começar e adquirir boas matrizes e outras. Parabéns pela iniciativa e bem vindo ao ramo.
Um abraço,

GUILHERME ALVES DE MELLO FRANCO
Fazenda Sesmaria - Olaria - MG
Seleção de Gado Holandês
Filiada à Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais
(Afixo: S.E.S.G.A.)
Rebanho cem por cento registrado

HOLANDÊS: A RAÇA QUE MAIS PRODUZ LEITE NO MUNDO!!!
HOLANDÊS DA SESMARIA: VOCÊ AINDA VAI TER UM!!!

Laerte Pereira

Enviado em 26/02/2007

Guilherme Alves de Mello Franco,
Não sou produtor de leite. Porém, percebendo o seu entusiasmo pelo ramo, pelo gado holandês, e sua vontade em participar, orientar, incentivar os possíveis futuros criadores, dá até vontade de entrar no ramo.
Existe algum manual para principiantes? Algum vídeo/DVD? Alguma literatura do tipo passo-a-passo onde eu possa continuar acalentando essa vontade e, quem sabe, um dia, buscar também sua orientação?
Tenho uma propriedade rural no nordeste goiano, 300 ha, sendo apenas 200 ha agricultáveis, com boa estrutura (curral, galpões, beira de estrada asfaltada, energia trifásica, a três km da cidade). Brasília está a 160 km de distância. Dependendo do volume da produção, vários laticíneos garantem que vão buscar o leite.
O que você me diz? Devo me animar?
Obrigado
Laerte

Guilherme Alves de Mello Franco

Enviado em 02/03/2007

Prezado Laerte: Entendo, por razões óbvias, que sim. Todavia, não existe um manual do produtor de leite: apenas o que a vida nos ensina e a prática nos consolida no dia-a-dia. Quanto ao Gado Holandês, a experiência, que vem desde os tempos de meu avô, José Moreira de Mello Franco, há mais de cinqüenta anos, nos permite afirmar, de forma indene de dúvidas, que não existe melhor raça leiteira no mundo. Tanto é que ela é a base de todas as miscigenações que existem por aí, voltadas ao segmento leiteiro.
Deixo claro que não sou médico veterinário, não sou técnico em agropecuária, nem engenheiro agrônomo. Sou Advogado. Por isso, o que procuro difundir são pesquisas próprias e práticas, que pouco ou nada têm de científico. É pura vivência, amor, dedicação e muita leitura. Estou às suas ordens, para tentar responder, dentro de minhas muitas limitações, suas dúvidas a respeito de manejo, instalações, maquinário, alimentação de vacas para alta produção de leite, deixando claro que, apesar das vozes em contrário, sou adepto do confinamento, sistema que utilizo em minha propriedade.
Um abraço,

GUILHERME ALVES DE MELLO FRANCO
Fazenda Sesmaria - Olaria - MG
Seleção de Gado Holandês
Filiada à Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais
(Afixo: S.E.S.G.A.)
Rebanho cm por cento registrado

HOLANDÊS: A RAÇA QUE MAIS PRODUZ LEITE NO MUNDO!!!
HOLANDÊS DA SESMARIA: VOCÊ AINDA VAI TER UM!!!

Névio Primon de Siqueira

Enviado em 14/03/2007

Gustavo, acho que voce deveria consultar algum tecnico na sua região. Caso necessite algumas informações adicionais, passe a localização, area, topografia, tipo de terra, sistema de produção que pretende adotar, etc. Talves possa dar algumas informações, mas se realmente precisa de orientação técnica, para um projeto de produção, a coisa é um pouco mais complicada. Caso necessite entre em contato por e-mail para mais informações.

Abraço,
Névio.

armando da silva lima

Enviado em 20/03/2007

Moro em pernambuco tenho uma propriedade de 04 ha tenho cocheira casa de apoio 01 ha de capim elefante e gostaria de saber se e viavel
entrar na atividade leiteira para pelo menos cubrir os custos da propriedade.

SEJ John

Enviado em 26/03/2008

Emater gado de leite em coronel pacheco MG, uma ótima "fonte" de informações técnicas para quem pretende trabalhar com "leite".
Recomendações?
1o) bom senso, use e abuse;
2o) paciência, muita observação, e controle (anote tudo);
3o) mente aberta - não exitem fórmulas e/ou receitas milagrosas ou "vencedoras", cada caso é um caso, esteja preparado para "desenvolver" a sua receita e ir lapidando-a com o tempo;
4o) o leite e a saude dos animais entra pela boca;
5o) mão de obra qualificada e fundamental...
6o) não planeje o que o "seu"capital de investimento e giro não suporta, inclua na planilha de custo a sua remuneração mínima;
7o) planeje muito bem as suas instalações para não gastar mais do o necessário ou "descobrir" no futuro que poderia ser "diferente";
8o) Busque auxílio técnico, é um investimento, Embrapa e emater tem bons técnicos e programas;
9o) Esteja preparado para "viver" na propriedade, o seguedo do sucesso é o "olho do dono" - pequenas propriedades só são viáveis com mão de obra familiar;
10o) é fundamental ter "mercado", produzir leite onde o comprador é duvidoso, "fraco" ou paga mal é tiro no pé...
11o) a internet é uma fonte excelente de informações, pesquise, mas cuidado com as "afirmações" que vai encontrar, certifique-se bem com várias fontes e procure "visualizar" os processos ou técnicas dentro da "sua realidade"...

SEJ John

Enviado em 26/03/2008

faltou dizer:

papel aceita tudo, planilha digital também...na realidade chove, faz frio, sol demais, vaca fica manca, bezerro tem diarréia, falta luz, empregado fica doente, trator quebra, ou seja...tudo pode acontecer, e acredite, acontece...esteja preparado ppara o imprevisto.

CHRISTIAN LIMA SEVERO

Enviado em 26/03/2008

Meu caro Gustavo,

Já foi tudo dito, mas quero reforçar para ajuda-lo a não começar de forma errada: procure um técnico ou uma instituição habilitada para fazer um projeto pra você. A coisa é um pouco mais complexa do que imaginamos quando não temos os devidos conhecimentos.
Me formei em Zootecnia na UFLA em 96 e tenho certeza que lá você vai encontrar o apoio necessário para preparar e implantar um excelente projeto. Caso não exista nenhum programa da Universidade que lhe atenda, procure na sua região que com certeza tem ótimos profissionais para lhe atender e fazer com que seu negócio atinja o sucesso.
Temos propriedade leiteira no norte do ES, e precisou meus antecessores quebrar bastante a cabeça procurando imitar o que os vizinhos que contratavam técnicos faziam para entender que a assistencia técnica é muito barato diante do resultado.

Abraço e boa sorte na sua empreitada, seja profissional e persistente que com certeza tera otimos lucros.

SERGIO LOPES

Enviado em 11/12/2011

Bom dia Prezados,

Adquiri uma fazenda que foi partilhada entre os herdeiros e de quem comprei estava quebrado e não possui nenhuma atividade, alem de alugar os pastos que estavam abandonado, inclusive com muitos arbustos (invasoras) a área possui 8ha.
Pretendo montar uma atividade leiteira no local embora tenhamos pouca área plana (reduzida próximo sede), e muito pasto em morros, agua é abundante com 4 nascentes e um lago.
A ideia é produzir no primeiro ano 1.200 Litros de leite para que os custo da atividade sejam custeadas e ao longo do tempo multiplicar esta capacidade para se tornar um bom negocio.
Pensamos em Confinamento (mas verificamos auto custo de implantação alem de ouvir varias criticas sobre o custo do leite e doenças nos cascos), verificamos a opção de pasto rotacionado, mas temos muito morros e pasto muito ruim que terá que ser corrigido e irrigado (podendo ser irrigado com extrume), agora ao pesquisar sobre o assunto encontrei voces debatendo este assunto que nunca tinha ouvido falar.
Gostaríamos de trabalhar com vacas de alta produção para restringir numero de funcionários, manejo e assim diminuir o custo e aumentar o Lucro penso em 60 vacas.
Gostaria de Saber de vocês se possuem alguma forma auxiliar neste assunto.
meu email pessoal é sergio@loganc.com.br
A Fazenda se localiza na Cidade de Mendes próximo a Cidade de Vassouras, Pirai e Barra do Pirai no Estado do Rio de Janeiro.

Atenciosamente,

Sergio Lopes

Luciano Rocha Santiago

Enviado em 04/05/2013

Claro Guilherme Alves de Mello Franco, moro em um  município de pelo menos 8.000 habitantes sendo que aqui as pessoas só dependem da Prefeitura pois não existem outras empresas que sustentam a pequena cidade,  em renda apenas comércios, e existem também muitos muitos criadores de gado que no total tem em cerca  de 3.000 cabeças de gado, só que nem um desses criadores investem em outros recursos através do gado a não ser apenas da carne ou seja, nem um deles fazem investimentos sobre negócios em questão de gado leiteiro! vendo essa situação   estou querendo entrar nesse ramo de gado leiteiro    
como posso iniciar esse negócio? como posso ter base de um Planejamento Estratégico inicial ? pode me ajudar?

Att: Luciano Santiago / Walber santiago Aveiro- PA

Luciano Rocha Santiago

Enviado em 04/05/2013

fsfs

Mateus Morales Calve

Enviado em 05/05/2013

Bom dia,
Gostaria de fazer uma pergunta ao prezado amigo Guilherme Alves de Mello Franco,
Guilherme, no caso um produtor que tenha uma pequena propriedade de 5 alq. e queira optar pelo confinamento de gado holandês, teria como nessa pequena propriedade conseguir manter ai uns 40 animais em produção estabulados e ainda plantar uma forrageira para tratar os animais no cocho os 365 dias do ano?
E as bezerras, novilhas e vacas secas, ficam estabuladas também?

Meu muito obrigado em tirar essa dúvida, grande abraço.
Mateus.

ADRIANO GARCIA MENDES

Enviado em 05/05/2013

BOA TARDE, GUSTAVO

PROCURAR PESSOAL DO BALDE CHEIO, FAZ UM CURSO PRIMEIRO DE CAPACITAÇAO  NESTA AREA VC VAI ERRAR MENOS NAS SUAS DECISOES.
ESTOU FAZENDO EM GOVERNADOR VALADARES-MG, FAZ VISITA AONDE O SISTEMA ESTA FUNCIONANDO. DUVIDA ME LIGA   27  9849 7417  

Ronaldo Marciano Gontijo

Enviado em 05/05/2013

Caro Mateus,

Se você tiver interesse me passe seu e-mail, posso te passar uma dica que te ajudará muito nesta sua dúvida.

Um abraço

Ronaldo

Mateus Morales Calve

Enviado em 05/05/2013

Prezado Ronaldo,

Segue meu e-mail abaixo, tenho muito interesse, aguardo contato

morales.vet@hotmail.com

Muito obrigado, Mateus.

Ronaldo Marciano Gontijo

Enviado em 05/05/2013

Prezado Mateus,

Te respondi no seu e-mail.

Um abraço

Ronaldo

Guilherme Alves de Mello Franco

Enviado em 27/05/2013

Prezado Mateus Morales Calve: Em primeiro lugar, preciso saber se, em sua propriedade há áreas planas, que se prestem à utilização de tratores para plantar, colher e ensilar milho e quanto representa em terras (alqueires, hectares), em que região está sua propriedade e qual o regime de chuvas em que se encontra inserida. Para sua empreitada, você terá que ter alimentação farta para quarenta animais, que consumirão, a grosso modo, cerca de 1200 quilogramas de silagem de milho por dia. Multiplicando-se por trezentos e sessenta e cinco dias, temos que ter uma produção de quatrocentas e trinta e oito toneladas de milho, o que, dependendo do solo, pode ser obtido em cinco hectares de terra, com milho transgênico de boa qualidade. Com mais dois hectares de cana de açúcar, temos a alimentação possível de ser produzida em sua propriedade, desde que em condições favoráveis para tanto.
Em segundo lugar, bezerras, novilhas e vacas secas devem ser criadas, de acordo com o seu estágio, a pasto de boa qualidade e serem suplementadas a cocho (semiconfinamento).
Você vai ter que dispensar parte de sua propriedade para tanto.
Em terceiro lugar, como fica muito difícil de diagnosticar a capacidade produtiva de sua propriedade, sem conhecimento da mesma, aconselho que contate um técnico no setor (Zootecnista, Médico Veterinário, Agrônomo) para elaborar um planejamento seguro.
Espero ter ajudado.
Um abraço,


GUILHERME ALVES DE MELLO FRANCO
FAZENDA SESMARIA - OLARIA - MG
=HÁ OITO ANOS CONFINANDO QUALIDADE=

Guilherme Alves de Mello Franco

Enviado em 27/05/2013

Prezado Luciano Rocha Santiago: Sugiro que contate um técnico de sua região (zootecnista, Agrônomo ou Veterinário - ou os três juntos) para que façam um diagnóstico de sua propriedade, que envolva relevo, clima, capacidade de produção de milho, de cana de açúcar, pastejo de boa qualidade. Estes profissionais vão lhe dar um planejamento básico de produção e manutenção de um sistema eficiente de criação de gado de leite. Não sou Técnico do setor, apenas um produtor com certa experiência que ajuda, da melhor maneira possível, aos que, como você, sentem dificuldades em começar uma criação, coisa que eu não tive quando iniciei. Mas, como meu conhecimento é limitado e empírico, não posso ajudar mais que na medida do possível, o que reconheço, é bem pouco.
Qualquer dúvida, estou às ordens.
Um abraço,

GUILHERME ALVES DE MELLO FRANCO
FAZENDA SESMARIA - OLARIA - MG
=HÁ OITO ANOS CONFINANDO QUALIDADE=

joanir stopazzoli

Enviado em 17/06/2013

também trabalho com vacas leiteira estou pensando em montar ordenha mecânica alguém pode me orientar estou pensando em montar com fila indiana com fosso ao meio três vacas cada lado preciso de alguma planta seria melho sem o fosso ao meio as vacas são girolanda tem que ter sala de alimentação e sala de espera qual sseria a medida de cada espaço para 40 vacas leiteira se alguém tiver esta planta de curral leitero e pude me mandar a planta seria muito útil meu email e kikostopazzoli@hotmail.com  obrigado

marcelo erthal pires

Enviado em 17/06/2013

Meu Caro Joanir,
faça de fosso, pois é muito melhor que estar abaixando, com toda certeza !
Seu gado é girolando, certo ? Em que grau de sangue, 1/2, 5/8, 3/4..? Pois dependendo, precisaria utilizar com o bezerro ao pé ? Ocitocina ?

                        Com estas perguntas para ser mais preciso nas respostas !

joanir stopazzoli

Enviado em 18/06/2013

obrigado por me ajudar o gado e girolando de meio sangue a 3/4 eu quero trabalhar com bezerro ao pe eu não queria trabalhar com ocitocina. eu to tirando manual as vacas não são bravas o problema meu e que no período da seca aqui em Ariquemes rondonia elas ficam muito tempo no curral e  o certo e soltar elas mais cedo para pastejo ainda com sereno nas folhas do capim eu já fis um curral sem planejamento e não deu certo e aqui não existem muito curral leiteiro para a gente analisar eu vou precisar de muita informação de vocês se tiverem paciência para me ensinar desde já agradeço a colaboração de todos ai do fórum.

joanir stopazzoli

Enviado em 18/06/2013

foi bom voltar a atividade e ver que o Nevio e o Guilherme ainda estão ajudando as pessoas com suas valiosas informações eu mesmo já recebi algumas do Guilherme vamos juntos a experiência de vocês ajudam muitos os menos experientes como eu um forte abraço a todos pois quem produz leite sabe que isso é um vicio como uma boa cachaça quem mexe uma vez não consegue ficar longe desculpem os erros de portugues mais eu sou produtor sem formação escolar.

Mateus Morales Calve

Enviado em 18/06/2013

Guilherme Alves de Mello Franco,

Tem algum e-mail que possa me passar para contato?

Obrigado, um abraço.

marcelo erthal pires

Enviado em 18/06/2013

Joanir,

certamente, as coisas são um tanto difíceis de se realizar por aí, mas se consegue com vontade, vontade na vida é tudo, ou quase !
Pode se fazer  as contenções para ordenhadeira em madeira (réguas e moirões) e ficarem muito funcionais, coisa bem simples !  Mas, sempre de fosso, se você tem 'amizade as suas costas' !
Quando for construir sempre pense no funcionamento total, e sempre construções simples, mesmo rústicas, mas econômicas.

   Vamos conversando, aos poucos, para dar a chance aos outros fazerem suas colocações !
            Um abraço e votos de sucesso ...

Meu email pessoal é tiftoncana@bol.com.br   ///  o telefone é 91 - 8074.2144 TIM,
fique a vontade !  Estou em Belém - PA, mais ou menos na mesma latitude sua em Rondônia.

Mateus Morales Calve

Enviado em 18/06/2013

Grande Marcelo Erthal Pires,
Sempre nos ajudando com nossas dúvidas e inseguranças, conversei com você a muito tempo atrás pelo antigo Orkut, posso salvar seu e-mail para contato?
Tenho um pequeno projeto para produção de leite, gostaria de uma sua opinião sobre o mesmo.

Um grande abraço!

Eber Gomes Brandão

Enviado em 18/06/2013

Gustavo antes de tudo procure no sindicato rural ou na prefeitura da sua regiao sobre o projeto balde cheio e conheça as pequenas propiedades que fazem parte do projeto e suas experiencias antes de voce comecar seu negocio ok .  boa sorte.

Eber Gomes Brandão

Enviado em 18/06/2013

Gustavo antes de tudo procure no sindicato rural ou na prefeitura da sua regiao sobre o projeto balde cheio e conheça as pequenas propiedades que fazem parte do projeto e suas experiencias antes de voce comecar seu negocio ok .  boa sorte.

Guilherme Alves de Mello Franco

Enviado em 18/06/2013

Prezado Joanir Stopazzoli: Como vai, amigo? Fico feliz em ter contribuído com o seu empreendimento. Nossa função é de sempre tentar ajudar: conhecimento sem difusão é vazio. Não se preocupe com erros de português - muita gente de linguagem correta só diz besteira (eu que o diga, sou um deles - rsrsrs). O importante é a mensagem. Nosso amigo de longa data, Marcelo Erthal Pires, que fugiu para o Pará (quase saiu do mapa - rsrsrs), lhe deu, como sempre, boas informações. Pena que eu não tenha nenhum projeto para lhe ceder, porque meu sistema é muito elitizado (rsrsrs). Todavia, há grandes construções (até confinamentos) que, atualmente, utilizam madeira tratada ao invés de ferro e concreto, barateando o início. Porém, quando puder, vá se voltando para o tradicional, pois a durabilidade é muito importante e nada suplanta, por enquanto, concreto e ferragem.
Um grande abraço e muito sucesso,


GULHERME ALVES DE MELLO FRANCO
FAZENDA SESMARIA - OLARIA - MG
=HÁ OITO ANOS CONFINANDO QUALIDADE=

Responder ao tópico:

10.000 caracteres restantes

Enviar mensagem

Copyright © 2000 - 2014 AgriPoint Consultoria Ltda. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade